Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DE VOLTA À ALDEIA

O Carnaval vai passar! Desfile oficial das escolas de samba de Belém começa nesta sexta (14)

sexta-feira, 14/02/2020, 20:00 - Atualizado em 14/02/2020, 20:00 - Autor: Aline Rodrigues com Agência Belém


| Alessandra Serrão/Agência Belém

 O desfile oficial das escolas de samba de Belém começa nesta sexta-feira, a partir das 19h, quando a Aldeia Amazônica David Miguel, no bairro da Pedreira, voltará a ser a passarela do samba. Neste primeiro dia, apresentam-se as escolas do Segundo Grupo, na seguinte ordem: A Grande Família, Mocidade Botafoguense, Coração Jurunense, Império Jurunense, Habitat do Boto, Os Colibris, Cacareco e Acadêmicos da Pedreira.

Já no sábado, 15, será a vez do desfile das escolas do Primeiro Grupo, a começar pela Mocidade Unida do Bengui e seguindo com Embaixada de Samba do Império Pedreirense, Deixa Falar, Piratas da Batucada, Rancho Não Posso Me Amofiná, Império de Samba Quem São Eles, Bole-Bole, Xodó da Nega e Matinha.

No último dia de desfile, domingo, 16, será a vez do Terceiro Grupo entrar na avenida, com sequência de Paixão Rubro Negra, Rosa da Terra Firme, Alegria Alegria, Parangolé do Samba e Caprichoso da Cidade Nova. 

O Grêmio Recreativo Jurunense Rancho Não Posso Me Amofiná, atual campeão do Carnaval, vai levar para a avenida o enredo “Às Margens do Maratauíra, Encontrei a Terra dos Homens Fortes e Valentes!”, de Paulo Anete, pesquisa do carnavalesco com Nazaré Luna, falando sobre o surgimento de Abaetetuba.

“Nossa expectativa é muito grande, a escola toda está contando os segundos nesse momento que antecede o grande desfile, já que nós somos a quinta a desfilar no sábado. Com certeza quem for para a Aldeia vai ver um grande espetáculo do Rancho Não Posso me Amofiná”, promete o presidente da escola, Jackson Santarém.

A escola vem para a Avenida com quase 1,4 mil brincantes e há oito meses vem construindo o seu desfile, desde o lançamento do enredo. “Nós vamos fazer um grande carnaval e as coisas vem acontecendo em um passo de cada vez, com um grande trabalho e uma organização excepcional. Por amar a cultura, o carnaval e aquilo que faz, o Rancho, sendo a quarta escola mais antiga do Brasil, com certeza a maior detentora de títulos paraense, a cada ano que passa evoluímos mais e sábado não será diferente”, diz o presidente. 

ENSAIOS

Desde terça-feira até a noite de ontem, todas as agremiações participantes fizeram seus ensaios técnicos para o desfile oficial, já na Aldeia Cabana, fazendo suas marcações para a evolução dos brincantes e também para estimar o tempo na passarela, quesito importante na contagem final dos pontos para chegar ao título.

Além da evolução, também são quesitos nas avaliações dos jurados a bateria, enredo, samba enredo, alegoria, fantasia, harmoniza, comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira e porta-estandarte.

As escolas conseguiram cronometrar tempo de parada para os jurados e a velocidade que deve ser adotada por carros alegóricos e alas. Também foi possível fazer o teste de som, para que as escolas e a organização do evento alinhassem os detalhes para os dias das apresentações.

“É diferente dos nossos ensaios de rua. Aqui a emoção se renova por ver nossa escola bonita, organizada e pronta para fazer um grande carnaval, cumprindo o nosso compromisso com a nossa comunidade”, disse André Vilhena, diretor de Carnaval do Império Pedreirense, que participou do primeiro dia de ensaios, junto com a Mocidade Unida do Bengui, escola estreante este ano no Primeiro Grupo.

TRÂNSITO

De hoje até domingo, dias dos desfiles, serão interditadas a pista central e as pistas do entorno da Aldeia Amazônica, na avenida Pedro Miranda, entre a travessa Lomas Valentinas e a avenida Dr. Freitas. Todos os dias, a interrupção começa às 17h e segue até o término das atividades do Carnaval.

DISPERSÃO

A dispersão dos brincantes das escolas de samba terá mudanças este ano, para melhorar o fluxo dos desfiles. Antes, era feita pela travessa Lomas Valentinas, e agora será pela avenida Pedro Miranda. Os carros alegóricos e a bateria seguirão direto pela via, facilitando o embarque dos brincantes. Ainda na travessa Lomas Valentinas, estarão os caminhões-baús para o embarque dos instrumentos da bateria das escolas de samba - a ideia é agilizar o tráfego. 

A área da dispersão também será ampliada, melhorando o espaço para quando a agremiação chegar.

INGRESSOS

Serão três dias de festa para curtir o espetáculo carnavalesco. As escolas de samba são responsáveis pela venda de camarotes. Para ter acesso aos ingressos das arquibancadas, os interessados devem se deslocar às escolas de samba do bairro ou a um dos doze Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Belém e levar 1 kg de alimento não perecível. O local comporta aproximadamente 1,6 mil pessoas, segundo os dados da Prefeitura de Belém.

 

CONFIRA A ORDEM DOS DESFILES:

Sexta, 14 - 19h

 1 A Grande Família

 2 Mocidade Botafoguense

 3 Coração Jurunense

 4 Império Jurunense

 5 Habitat do Boto

 6 Os Colibris

 7 Cacareco

 8 Acadêmicos da Pedreira

 

Sábado, 15 - 19h

 1. Mocidade Unida do Bengui

2 Embaixada de Samba do Império Pedreirense

 3 Deixa Falar

 4 Piratas da Batucada

 5 Rancho Não Posso Me Amofiná

 6 Império de Samba Quem São Eles

 7 Bole-Bole

8 Xodó da Nega

 9 Matinha

 

 Domingo, 16 - 19h

1 Paixão Rubro Negra

 2 Rosa da Terra Firme

 3 Alegria Alegria

 4. Parangolé do Samba

 5 Caprichoso da Cidade Nova

 6 Mocidade Olariense

 7 Nova Mangueira

 8 Embaixada Azulinos

 9 Rosa Ouro

 10 Guerreiros do Samba e do Amor

 11 Boêmios da Vila Famosa

 12 Estrela Reluzente

 

 CARNAVAL

 Desfile Oficial das Escolas de Samba de Belém

Quando: Hoje a domingo, a partir das 19h

Onde: Aldeia Amazônica David Miguel (Av. Pedro Miranda com Lomas Valentinas - Pedreira)

Quanto: Ingressos para as arquibancadas podem ser trocados por 1kg de alimento. Camarotes para 15 pessoas a R$750 e Mesa de pista para 4 lugares a R$150.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS