Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SONHO REALIZADO

Aluno com deficiências múltiplas e que estudava em casa é aprovado na UFPA

quinta-feira, 30/01/2020, 22:01 - Atualizado em 30/01/2020, 22:35 - Autor: Hélio Granado


Breno estudou em casa desde a infância. Agora, pode comemorar ao lado da coordenadora do programa Fernanda Costa e da professora de história Érika (foto)
Breno estudou em casa desde a infância. Agora, pode comemorar ao lado da coordenadora do programa Fernanda Costa e da professora de história Érika (foto) | Arquivo Pessoal

São muitas as histórias que aquecem o coração nesse dia de listão da UFPA e da UEPA. Uma delas, com certeza, é a do jovem Breno Santiago Encarnação, de 22 anos, aprovado em Ciências Sociais na universidade federal. Ele tem múltiplas deficiências e estudou a vida toda em casa, por meio de um programa do Governo do Estado. Hoje (30), foi o dia em que Breno e as professoras do programa celebraram toda a força de vontade e o esforço dedicados ao longo dos anos. 

Veja imagens da festa dos calouros da UEPA e UFPA em Belém

Breno Santiago teve um quadro de meningite aos quatro anos de idade. Sofreu ainda com outras complicações de saúde ao longo da vida, mas nunca desistiu dos estudos. As professores - que integram o programa Classe Hospitalar e Atendimento Domiciliar, da Secretaria do Estado de Educação (Seduc) - acompanharam o garoto desde o primeiro ano do ensino fundamental até o ensino médio. 

“Isso é uma vitória muito grande do Breno, diante de todas as limitações que ele teve durante a vida, que ele ainda tem. É uma vitória conseguir chegar aonde ele chegou, conquistando o curso que ele escolheu. Ele está muito feliz de ter passado”, afirma Fernanda Costa, coordenadora do Atendimento Domiciliar. 

No total, o programa de ensino domiciliar atende 15 alunos, que estão em tratamento médico, mas não precisam ficar internados em unidades de saúde. A equipe de professores trabalha por áreas de conhecimento, como Matemática, Biologia, Química, Língua Portuguesa e Artes. 

Breno tinha aulas diariamente, e, segundo Fernanda, a ideia sempre foi que o jovem tivesse uma rotina mais parecida possível com a do meio escolar. 

“Toda a vida escolar dele sempre foi em casa. Então a gente sempre procurou fazer com que ficasse o mais parecido possível com essa rotina de escola, com vários professores, com esse acompanhamento e seguindo o currículo das escolas”, explica a coordenadora.

Para Fernanda, o dia de conquista do jovem foi compartilhado por todos os docentes do programa governamental.

“Nós, professores do programa, estamos nos sentindo vitoriosos junto com ele. A vitória do Breno vem mostrar a importância e a responsabilidade que o programa tem com seus alunos. Mostra também o compromisso do governo estadual, através da Secretaria Estadual de Educação, com a escolarização garantida por lei a esses alunos”, conclui Fernanda. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS