Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

CONSCIENTIZAÇÃO

Disque Denúncia recebe mais de 80% de ligações falsas

quarta-feira, 08/01/2020, 08:08 - Atualizado em 08/01/2020, 08:08 - Autor: Diário do Pará


O major Leonaldo Araújo explica que uma ligação pode fazer a diferença para solucionar um crime
O major Leonaldo Araújo explica que uma ligação pode fazer a diferença para solucionar um crime | Agência Pará

Criado há 12 anos para ser uma ferramenta de apoio da sociedade ao trabalho do Sistema de Segurança Pública, o Disque Denúncia (181) registrou um aumento de 113% nas ligações em 2019. Fundamental para a resolução e prevenção de todos os tipos de crimes, o serviço, no entanto, ainda recebe um alto número de trotes e informações falsas, que mobilizam o aparato policialem ações desnecessárias.

O Disque Denúncia é a forma mais segura de colaborar com o combate à violência por ser completamente anônimo e a ligação, gratuita. O informante, em nenhum momento, é solicitado a se identificar, e todo o diálogo é voltado a obter o máximo de detalhes sobre a situação relatada. Ao final da ligação, é repassado um número de protocolo que permite acompanhar o andamento das investigações.

Toda denúncia passa por triagem, feita pelo próprio call center, e depois pela coordenação do programa, para só então ser encaminhada ao Sistema de Segurança Pública, que pode averiguar a consistência do que foi informado. Esse processo é feito de forma imediata, e inevitavelmente leva à mobilização de policiais, equipamentos e veículos ao processo de checagem, que pode ou não gerar uma investigação ou uma abordagem imediata.

TROTES

Daí a importância em conscientizar a população do prejuízo real que os trotes acarretam. “Para se ter ideia da importância do serviço, só no segundo semestre de 2019 nós apreendemos 4,8 quilos de entorpecentes e 18 armas de fogo, após recebermos informações registradas pelo Disque Denúncia. De 700 denúncias que recebemos em todo o ano, menos de 100 eram verdadeiras. É preciso pensar que, enquanto você está usando a PM e pedindo apoio para um trote, uma pessoa da sua própria família pode estar precisando”, explica o major Leonaldo Araújo, chefe da Seção PM 2 do Comando de Policiamento da Capital (CPC 1).

Para a diretora, a falta de informação sobre a ferramenta faz com que as pessoas não compreendam o quanto elas são importantes nesse processo. “Quando saio para fazer palestras, as pessoas se dão conta da importância que elas têm. A denúncia preenche uma lacuna, onde a investigação não chega. Uma investigação que duraria seis meses, pode ser resolvida de imediato, por exemplo”, reforça.

Boa parte da população confunde o funcionamento do 181 com o do 190. Embora ambos funcionem 24 h, o 190 é vinculado ao Centro Integrado de Operações (Ciop), e atua em ações imediatas, como incêndios, acidentes e assaltos com reféns, enquanto o 181 é destinado a contribuir para a resolução de crimes. Em 2019, o Disque Denúncia registrou 51.754 trotes e 41.061 informações consistentes. “Pessoas são o braço forte da Segurança; não pode usar de forma negativa, tem que somar, conscientizar. Chegamos a receber até 80 denúncias/dia, e o percentual de veracidade fica entre 15 e 20%. Então, a gente pede: se é para brincar, não faça, porque vai mobilizar um aparato da segurança que poderia fazer uma averiguação verdadeira; é perder tempo pra verificar uma brincadeira. Segurança não pode perder tempo. São várias vidas”, enfatiza Márcia Contente.

As informações coletadas possibilitam a formação de um banco de dados, utilizado na condução e estruturação de conhecimento, imprescindível para ações preventivas, de investigação e inteligência do sistema.

Ao final da ligação, o cidadão recebe um número de protocolo, para que, 15 dias depois, possa acompanhar as providências adotadas após a denúncia, saber os resultados alcançados e acrescentar novas informações, se houver.

AJUDA DA POPULAÇÃO

3 anos - Nas últimas três temporadas, a contribuição da população tem crescido e gerado resultados positivos ao trabalho das polícias no combate à criminalidade, principalmente na Região Metropolitana de Belém.

2017 a 2019 - O Disque Denúncia computou um aumento de mais de 22% de denúncias válidas, que contribuíram para investigações e prisão de envolvidos em delitos.

PRINCIPAIS CRIMES

- De acordo com a diretoria do Disque Denúncia, os relatos mais frequentes são relacionados ao tráfico de drogas e comunicação do paradeiro de foragidos da Justiça.

- Entre 2018 e 2019, caíram significativamente as ligações para denunciar homicídios (de 6º no ranking para 12º) e roubos (de 5º mais denunciado para 11º) - reflexo da queda nos índices de criminalidade, dos divulgados mês a mês pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS