Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

BANHISTAS

Bombeiros alertam para perigos em praias e igarapés

terça-feira, 07/01/2020, 08:24 - Atualizado em 07/01/2020, 08:24 - Autor: Diário do Pará


Igarapé do Redondo em Senador José Porfírio - PA.
Igarapé do Redondo em Senador José Porfírio - PA. | Xingu 230

Com a chegada do mês de janeiro muitos paraenses, em férias, decidem viajar para praias, rios e igarapés do interior do Estado, o que aumenta a incidência de afogamentos nessas regiões. De acordo com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), 16 brasileiros morrem afogados diariamente, homens morrem em média 6,7 a mais que as mulheres, sendo a maioria adolescentes. A região que apresenta a maior taxa de mortalidade é o Norte devido a sua característica de possuir muitos rios e igarapés, fatores que acrescentam ainda mais napercentagem de óbitos.

Pessoas de 11 a 29 anos são as que mais morrem por esse motivo, chegando a 47%. Segundo o 1° Grupamento de Busca e Salvamento do CBMPA (1° GBS), o Pará registra aproximadamente de sete a oito óbitos por afogamentos ao mês, atendidas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Pará.

O Comandante do 1º GBS, tenente coronel Silva Júnior, é bombeiro militar especialista em guarda-vidas, e orienta os banhistas que vão viajar para os principais balneários da região metropolitana de Belém e interior do Estado. “O mais importante é o reconhecimento do seu risco pessoal, saber a sua capacidade para estar naquele meio (no caso de rios, praias e igarapés). Seguir as regras básicas de atenção com as crianças e nunca deixá-las sozinhas em um ambiente aquático é primordial”, aconselha o tenente coronel.

Segundo ele, em casos de acidentes com animais marinhos, o ideal é que se procure o posto do Corpo de Bombeiros mais próximo. “Lá eles vão dar as orientações necessárias deacordo com cada caso”, completa o bombeiro.

 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS