Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

NO PARÁ

Pela primeira vez, uma mulher é destaque com a nota máxima em formação de Bombeiros

quarta-feira, 04/12/2019, 16:00 - Atualizado em 04/12/2019, 16:00 - Autor: Com informações da Ag. Pará


| Marco Santos/Ag. Pará

Pela primeira vez na história do Corpo de Bombeiros do Pará, uma mulher é destaque com a nota máxima no curso de formação de novos aspirantes a oficial. Yara Ferreira dos Santos recebeu a medalha "Ten Cel BM Francisco Feliciano Barbosa" pela dedicação aos estudos. A entrega do mérito fez parte da cerimônia de formatura dos novos bombeiros militares, que ocorreu nesta quarta-feira (4), no quartel do Comando Geral, com a presença do comandante geral da corporação, coronel Hayman, e do governador do Estado, Helder Barbalho.

Para Yara Ferreira, foi uma grande honra representar a força feminina dentro do Corpo de Bombeiros. "Cada dia no curso, foi uma vitória. Estudamos e treinamos durante três anos para comandar heróis. Esperamos estar prontos para cumprir nossa missão. Estou muito feliz por receber essa medalha", ressaltou. A partir da segunda quinzena de dezembro, os novos militares começarão a trabalhar.

O governador do Pará, Helder Barbalho, falou sobre a importância do trabalho dos bombeiros para a sociedade, destacou a participação das mulheres na corporação e aproveitou a oportunidade para anunciar novas vagas para oficiais no Estado.

"Temos a previsão, em 2020, de um novo concurso público para ampliar ainda mais o serviço do Corpo de Bombeiros, para reforçar todo o nosso sistema de segurança pública" - Helder Barbalho, governador do estado do Pará.

Essa é a 14ª turma formada no Pará com 29 cadetes, onde desde 1992, a Academia de Bombeiro Militar (ABM) forma oficiais de diversos estados da federação, como Maranhão, Amapá, Bahia, Sergipe, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Norte, Piauí, Amazonas, Tocantins, Alagoas, Mato grosso, Mato Grosso do Sul e Acre.

O curso foi realizado no período de 6 fevereiro de 2017 a 14 de novembro de 2019, nas instalações da ABM, no Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp), e teve uma carga horária de 4 mil e 800 horas-aula presenciais, com disciplinas nas mais variadas áreas de ensino, seguindo as diretrizes da matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Histórico - A formação dos oficiais combatentes do CBMPA teve início na Escola de Formação de Oficiais, objetivando suprir a necessidade de uma unidade acadêmica no Pará. A corporação dependia da oferta de poucas vagas nas Academias dos Corpos de Bombeiros Militares do Rio de Janeiro (CBMRJ) e do Distrito Federal (CBMDF).

Desse modo, o Decreto Governamental nº. 696, de 16 de março de 1992, criou a Escola de Formação de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Pará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS