Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

BOM EXEMPLO

Trabalhadores lavam paredes e calçadas do Arquivo Público

segunda-feira, 02/12/2019, 14:59 - Atualizado em 02/12/2019, 15:10 - Autor: Com informações da Ag. Pará


Ação de educação para melhorar o patrimônio público
Ação de educação para melhorar o patrimônio público | Mario Quadros / Ag.Pará

Pensando na necessidade de preservação e conscientização do prédio do Arquivo Público do Pará (APEP) foi realizada, nesta segunda-feira (2), às 7h, a lavagem da parede externa e da calçada do prédio, uma ação de educação patrimonial desenvolvida entre Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e trabalhadores ambulantes da área.

Com autorização da Diretoria de Patrimônio do órgão, a lavagem seguiu orientações específicas para que a lavagem fosse eficiente, sem danificar a pintura do prédio histórico.

"Nos reunimos em novembro deste ano com os ambulantes e juntos decidimos que a lavagem das paredes e calçadas seria uma solução imediata e um marco dessa parceria dos trabalhadores conosco. Queremos que eles se sintam parte do Arquivo Público e que conheçam o trabalho que desenvolvemos aqui para que também possam usufruir deste patrimônio que é de todos nós", explicou Leonardo Torri, diretor do Arquivo.

Ainda de acordo com ele, novas ações entre Secult e os trabalhadores serão agendadas para 2020. "Essas pessoas desenvolvem suas atividades na calçada e são fundamentais para a conservação e preservação do prédio histórico e de sua documentação, por isso a parceria com eles", complementou Leonardo.

Larissa Fonteles, designer de sobrancelhas, vive dos serviços prestados na calçada do Arquivo Público e considerou a ação necessária.

“Nós trabalhamos aqui e nos sustentamos dessa atividade, então precisamos zelar por nosso ambiente de trabalho. Deixamos o ambiente mais agradável para os clientes e ao mesmo tempo estamos cuidando de um pedacinho de Belém muito importante”, afirmou.

O prédio do Arquivo Público 

O prédio, localizado na Travessa Campos Sales, esquina com a 13 de Maio, foi construído na metade do século XIX, aproximadamente em 1848, período em que surge o Banco Comercial do Pará, primeira instituição (privada) a ocupar o espaço.

Com 118 anos de existência, o Arquivo Público se consolidou como um dos principais locais de pesquisa do meio acadêmico. São cerca de 4 milhões de documentos que abrangem os períodos colonial, imperial e republicano. Com o seu acervo é possível compreender, por exemplo, a forma como se deu a ocupação da Amazônia pelos portugueses, as múltiplas vivências com os grupos indígenas, a introdução e o trabalho de etnias africanas, os conflitos e revoltas, as muitas transformações políticas, econômicas, sociais e culturais nos últimos quatro séculos.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS