Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SALVE VIDAS

Dia do Doador de Sangue: benefícios e tudo o que você precisa saber para doar

segunda-feira, 25/11/2019, 12:08 - Atualizado em 25/11/2019, 12:08 - Autor: Com informações da assessoria


Doar sangue  reduz o risco de alguns tipos doenças cardíacas e até de câncer, além de promover a cidadania.
Doar sangue reduz o risco de alguns tipos doenças cardíacas e até de câncer, além de promover a cidadania. | Divulgação/Ascom HRPM

Doar sangue pode salvar vidas. Mas, você sabia que além disso, a doação traz uma série de benefícios à saúde do doador? 

Segundo o médico e intensivista do Hapvida Saúde, João Rodolfo, dentre os benefícios ao doador está a redução nas chances de ser acometido por doenças cardíacas e até mesmo alguns tipos de câncer. 

O médico explica, ainda, que existem estudos comprovando que a doação reduz a viscosidade do sangue, permitindo assim, que os voluntários sejam menos propensos a desenvolver doenças do coração. Segundo ele, o processo também funciona como uma espécie de 'limpeza sanguínea'.

"O nosso sangue é produzido na medula e renovado a cada três, quatro meses. A doação de sangue é pegar algo que é nosso e ajudar pessoas. Um processo simples, seguro e indolor", afirma o especialista.

Outro benefício, segundo o médico, é a possibilidade de fazer uma espécie de mini-check up, já que o doador precisa ser submetido a uma bateria de exames para identificação de possíveis doenças infecto-contagiosas, a exemplo de AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, contato prévio com hepatite B e C e vírus HTLV, permitindo que o voluntário esteja mais atento à saúde.

Dia Internacional do Doador de Sangue

Hoje, 25 de novembro, é comemorado o Dia Internacional do Doador de Sangue. A data serve para conscientizar a população para a necessidade de abastecer os bancos dos principais centros de apoio.

"Não existe outra forma de salvar a vida de quem precisa de doação se não for com o sangue. A informação é o principal caminho. É preciso ser claro e preciso para combater as ‘fake news’, que muitas vezes afastam as pessoas desse significante ato", finaliza o médico. 

Requisitos para doar:

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

Os requisitos para doar sangue são estar com bom estado de saúde e seguir os seguintes passos:

- Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.

- Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.

- Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.

- Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos.

- A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.

- O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS