Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

FESTIVAL GASTRONÔMICO

Festival Estrela Azul é mais um atrativo para quem visita Belém 

domingo, 03/11/2019, 08:27 - Atualizado em 03/11/2019, 08:27 - Autor: Tiago Furtado/Diário do Pará


Carla Esther e Solange Nunes também experimentaram o cardápio do Festival.
Carla Esther e Solange Nunes também experimentaram o cardápio do Festival. | Ney Marcondes/Diário do Pará

Os pratos que integram a edição deste ano do Festival Gastronômico Estrela Azul têm feito sucesso com os moradores de Belém e com turistas. Um deles é o do restaurante Point do Açaí. Por R$ 59,90, o cliente tem a possibilidade de saborear um cardápio composto por uma cuia de caranguejo, acompanhado de farofa de chicória como entrada; o “papa chibé”, prato principal que vem com charque, camarão, filé de gó, filhote e uma tigela de açaí com farinha de mandioca ou tapioca; finalizando com um sorvete de açaí como sobremesa.

A comida conquistou a maranhense Andreia Farias, 48 anos, que é professora e está na cidade para participar de um seminário. “Na hora que cheguei aqui no restaurante vi o prato, achei bonito e resolvi pedir. Como sou de São Luís e lá tem muito caranguejo resolvi pedir e não me arrependi. Está uma delícia. Amo a culinária paraense e acho tudo muito delicioso”, disse.

A comida conquistou a maranhense Andreia Farias.
A comida conquistou a maranhense Andreia Farias. Ney Marcondes/Diário do Pará
 

O prato do Point do Açaí foi elaborado pelo chef Manoel Piquiá, 38 anos. Ele trabalha no restaurante há dois anos e afirma que sempre na época do festival o movimento da casa aumenta. “É o segundo ano que estou aqui. No meu primeiro ano também participei do Estrela Azul e foi uma loucura, pratos com bastante saída”, disse.

Segundo Nazareno Alves, dono do Point do Açaí, a tendência é que a procura pelos pratos do Estrela Azul aumente ainda mais nos próximos dias. “Nossa equipe na primeira semana procurou entender o prato”, diz. “Com isso, eles (clientes) ficam felizes em pedir o prato e nossas equipes ficam felizes em vender”.

Estação

Na Estação das Docas, o restaurante Lá Em Casa também participa do Estrela Azul. De entrada oferece uma canoa de palmito acompanhada de creme de castanha e queijo do Marajó, como prato principal dourada frita em crosta de parmesão com purê de macaxeira e teriaki paraense e finaliza com um brulle de tapioca com cupuaçu. As amigas Solange Nunes Leão, analista de sistemas, 54 anos, e Carla Esther Lehnen, advogada, 55, estão passando férias no Pará e aproveitaram para experimentar o cardápio do Estrela Azul no restaurante antes de voltar para Minas Gerais, onde moram.

“É minha primeira vez em Belém, resolvi parar e experimentar os pratos da cidade”, destaca. “Não tem um prato que eu prove e diga que não é bom, vocês misturam muito bem os sabores das comidas regionais”, afirmou Solange.

Já Carla conhece bem a culinária local, pois morou no Estado por 13 anos. Ela afirma que a culinária paraense é diferente das demais pela mistura de sabores em pratos que só são encontrados na região Norte. “Antes de vir aqui estivemos no Marajó e Salinas vendo como a culinária daqui é rica. Vocês devem ter bastante orgulho disso”, comentou.

Segundo Alonso Carvalho, gerente geral do Lá Em Casa, o Estrela Azul deste ano começou em boa hora já que, com o fim das festividades do Círio de Nazaré, o movimento nos restaurantes da capital costuma cair. Mas, segundo Alonso, isso não ocorreu em 2019 graças ao festival. “E digo que tivemos um aumento de 20% em nosso faturamento, com um aumento significativo de movimento nesse período. Participamos de todas as edições e o Lá Em Casa valoriza o Estrela Azul por ele ser um grande destaque no calendário gastronômico da cidade”, declarou.

Festival

O festival vai até o dia 17 de novembro e a lista completa com os 31 restaurantes e seus respectivos pratos que participam do festival está disponível no site. Os pratos são compostos por entrada + prato principal + sobremesa ao custo de R$ 59,90 por pessoa.

O Festival Estrela Azul tem o patrocínio do Boulevard Shopping, Claro, Tijuca, Dorata Fry, Faculdade Fibra Supermercados Formosa, Hapvida e Sebrae.




Carla Esther e Solange Nunes também experimentaram o cardápio do Festival.
Carla Esther e Solange Nunes também experimentaram o cardápio do Festival. | Ney Marcondes/Diário do Pará
A comida conquistou a maranhense Andreia Farias.
Carla Esther e Solange Nunes também experimentaram o cardápio do Festival. | Ney Marcondes/Diário do Pará

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS