Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DIA DE FINADOS

Tradição da iluminação de cemitérios chama atenção no nordeste paraense

sábado, 02/11/2019, 21:49 - Atualizado em 02/11/2019, 21:49 - Autor: Redação


|

O dia de finados não tem nada de sombrio ou obscuro para a maioria das pessoas que homenageiam os entes queridos, sobretudo no nordeste paraense. Em municípios como Marapanim e Castanhal, por exemplo, a noite os cemitérios ficam para lá de iluminados.

É uma tradição que começa ainda durante o dia quando uma missa é celebrada em um dos cemitérios mais movimentados de Castanhal. Com a movimentação que se estende até a noite, muitas famílias resolvem iluminar as sepulturas com a luz das velas, no dia 2 de novembro.

 

"A tradição é mais hoje, pelo menos eu acredito que sim. Teve uma missa de manhã e outra missa a noite na capela que existe dentro do cemitério. Sai de lá era uma 20h e ainda tinha bastante gente", informou um morador da cidade que prestou homenagens aos avós.

A tradição de receber as pessoas é tanta que até a prefeitura se desdobra para garantir comodidade a quem vai ao campo santo.

Em nota, a prefeitura de Castanhal trabalha com a ideia de que no dia há um acontecimento na cidade.

"Já está tudo pronto nos cemitérios das zonas urbana e rural de Castanhal para receber as milhares de pessoas que vão reverenciar seus mortos no próximo sábado, 02, Dia de Finados.

Só no principal cemitério da cidade, o São José, a expectativa é a de que compareçam pelo menos 50 mil pessoas. No distrito do Apeú são esperadas perto de 5 mil visitantes. Já no cemitério do Jaderlândia cerca de 15 mil pessoas devem visitar seus entes queridos. Na zona rural, onde o fluxo se limita aos moradores, também deve receber um grande número de pessoas", diz a prefeitura. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS