Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

USINAS DA PAZ

Fiepa, Sindicatos e Vale reúnem empresários locais para apresentar escopo das obras

quinta-feira, 31/10/2019, 17:58 - Atualizado em 31/10/2019, 17:58 - Autor: Com informações da Vale


| Divulgação/Vale

A Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), por meio da REDES - Inovação e Sustentabilidade Econômica, Sindicato das Indústrias Minerais (Simineral), Sindicato das Indústrias de Construção Civil (Sinduscon) e a Vale realizaram nesta quinta-feira, (31), encontro com empresários, em Belém. O objetivo foi apresentar aos fornecedores paraenses as oportunidades de contratação pela Vale para construção das Usinas da Paz, espaços que integrarão o programa Estadual Território da Paz (TerPaz) executado pelo Governo do Pará.

Por meio do acordo de cooperação assinado entre o Governo e a Vale, em setembro deste ano, a Vale será responsável pelos projetos executivos e pela construção de sete usinas, bases físicas do TerPaz. Os investimentos na construção por parte da mineradora deverão totalizar R$ 102 milhões. Durante o encontro, foi apresentado o escopo de serviços para essas unidades e as possibilidades de negócios, visando fomentar e desenvolver a cadeia produtiva local. Além do escopo das obras, a Vale apresentou aos empresários suas normas de saúde e segurança, bem como procedimentos para cadastro e contração pela área de suprimentos da empresa.

Alex Maciel, diretor da Vertical Engenharia, considera o evento importante para engajar as empresas paraenses nos grandes projetos locais, podendo concorrer com mais chances por contratos de produtos e serviços. "Acredito que toda empresa de grande porte instalada no Pará deveria chamar os fornecedores locais e detalhar os processos de contração e filosofia de trabalho, pois isso é uma forma de valorizar, incentivar e expandir as chances das empresas daqui a prestarem serviços aos grandes empreendimentos", destaca o diretor.

O programa Territórios Pela Paz consiste em um amplo esforço do governo estadual para a diminuição da vulnerabilidade social e o enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir da articulação de ações de segurança pública e de cidadania. As Usinas serão espaços manutenidos e custeados pelo Governo para atender as comunidades por meio da oferta de serviços públicos, como oficinas, atividades de lazer e esportivas. Em parceria com a Vale, serão construídas unidades na grande Belém em Terra Firme, Bengui, Cabanagem, Icui, Guajara (Ananindeua) e Nova União (Marituba). E outras duas serão implantadas em Parauapebas e Canaã dos Carajás.

A REDES/FIEPA, que trabalha com foco na qualificação e indicação de fornecedores no Pará, registrou crescimento de 126% nas compras locais realizadas por suas mantenedoras, saindo de 19% registrados no ano de 2000, para mais de 50% do total de compras locais realizadas no ano de 2018. Totalizando um volume de mais de R$ 121,3 bilhões em compras de fornecedores do estado.

Para Marcel Souza, Executivo de Gestão da REDES/FIEPA, este tipo de encontro potencializa ainda mais o crescimento das empresas paraenses. "Estes encontros diretos facilitam o diálogo e aproximam os empresários. Isso é fundamental para os negócios fluírem e todos saírem satisfeitos, diz Marcel. "A FIEPA é incentivadora deste tipo de projeto como é o Usinas da Paz e, atrelado a isso, que nossas empresas sejam protagonistas e, consequentemente, se desenvolvam e sejam competitivas. É louvável este tipo de encontro, que esclarece e dá oportunidades de negócios aos empreendimentos locais", conclui José Maria Mendonça, vice-presidente da FIEPA e Presidente do Centro das Indústrias do Pará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS