Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

PROJETO ARQUITETÔNICO

Envelopamento de Palacete Faciola repercute nas redes sociais e Secult explica

sexta-feira, 11/10/2019, 21:01 - Atualizado em 11/10/2019, 21:00 - Autor: DOL


Prédio histórico será submetido a um processo de restauração
Prédio histórico será submetido a um processo de restauração | Ricardo Proença/Facebook

Imagens do envelopamento do Palacete Faciola e de outros prédios históricos na mesma área - avenida Nazaré com a travessa Dr. Moraes, no bairro de Nazaré, em Belém - chamaram a atenção de quem passou em frente e pelas fotos que repercutiram nas redes sociais.

Para muitos internautas, nada mais é do que um “papel de parede” para maquiar a cidade no período do Círio. “Círio de Nazaré e o prefeitura e Estado escondendo os defeitos da cidade com papel de parede”, desabafou um internauta. “Aqui em Belém a gente tem a nossa versão da famosa série Netflix: ‘la casa de wallpaper’”, brincou outro.

O Governo do Pará, através da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), explicou que deu início ao trabalho de conservação do Palacete Faciola, construído em 1901 por Antônio de Almeida Faciola e considerado um dos maiores acervos da “Belle Époque”.

O prédio histórico já passou por algumas obras de reforço estrutural: começou em 2009, depois foi submetido a uma intervenção, quando foi feita a revisão da cobertura e a construção de novos sistemas de cobertura para as casas 2 e 3, em 2016.

Para este ano, está prevista a instalação de um sistema de drenagem da área externa das 3 casas, além do levantamento e catalogação dos azulejos da fachada. A previsão é que ele seja totalmente restaurado em 2020.

Como parte dos projetos arquitetônicos, complementares e de restauro, há também o envelopamento do prédio, que cobre a estrutura antiga e abre espaço para um desenho majestoso, mostrando o que os paraenses podem esperar do resultado desse trabalho.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS