Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

OPINIÃO DA PERERECA

Apertem os cintos: "o prefeito surtou!"

terça-feira, 08/10/2019, 13:09 - Atualizado em 08/10/2019, 13:07 - Autor: Ana Célia Pinheiro


|

Tenho pra mim que o Zenaldo tá meio bilé. 

Nos últimos dias, ele tem postado uns vídeos pra lá de esquisitos, nos quais não diz coisa com coisa. 

São uma mistura de paranoia, mania de grandeza, mitomania – ou seja, um prato cheio pro nosso antigo Juliano Moreira, que o Almir, previdentemente, mandou fechar. 

Leia mais textos da jornalista Ana Célia Pinheiro aqui.

Zenaldo chega a dizer que está numa tal de “resistência” contra o Helder; e que não está à venda, não pode ser comprado, alguma coisa assim. 

E aí, a gente fica pensando: mas quem é, já, que vai querer “comprar” um prefeito desses, que não passa de um trapo nas pesquisas de opinião? 

Porque se trouxessem o Duciomar pra trocar pelo Zenaldo, o pessoal do Duciomar ainda ia querer muito dinheiro de volta. E olhem que é o Dudu, “visse”? 

Daí que o Zenaldo como “cobiçada mercadoria” só existe mesmo é nas suas fantasias napoleônicas... 

Como todo bom doido, o prefeito também pensa que todo mundo é doido. 

Ele vende a imagem de um “herói”, destemido, solitário, “vítima” de forças “megapoderosas”. Um “pobre coitado”, que, pra se defender, só tem mesmo é uma câmera velha, pra fazer esses vídeos tresloucados. 

Confesso que até fui às lágrimas, por causa do nosso Clint no tucupí...  

Mas aí, pensei: e os R$ 3 bilhões por ano, do orçamento da Prefeitura de Belém? E as assessorias, que ele distribui a torto e a direito? E a Câmara Municipal, que come na mão dele? E os milhões que ele paga, pra propaganda da Griffo, em tudo que é jornal, rádio e tv? 

Então, como é que ele é assim tão “indefeso”? 

Além do que, se o problema do prefeito é apenas uma câmera velha, a gente bem que pode providenciar pra ele um smartphone. 

Daqueles com câmeras ultra potentes e enorme quantidade de programas de edição. 

E aí, quem sabe, Belém nos pareça linda e bem cuidada, que nem no universo cor da rosa da Griffo – aquela agência que ganha, “magicamente”, todas as licitações propagandísticas dos tucanos, e que dispensa apresentações.  

Em sua mente conturbada, Zenaldo parece não entender que a culpa pela condição em que se encontra (de ser apenas um trapo nas pesquisas),  não é da imprensa, Diário do Pará, RBA, Governo do Estado, Helder, os Barbalhos. 

A culpa é dele – única e exclusivamente dele.  

Que, além de ser um péssimo administrador, também se cercou de um bando de puxa-sacos, que ficam lhe jurando que é um prefeito “ma-ra-vi-lho-so”, apesar da situação calamitosa de Belém. 

Por acaso o lixo e os buracos que tomam conta da cidade são meras “criações” da imprensa? 

Por acaso o fato de o BRT da Augusto Montenegro não acabar mais é “mentira” do Diário do Pará? 

Não.  

A verdade é que Belém amarga um abandono generalizado, do centro à baixada: é praça, é rua, é monumento, tudo entregue às baratas. 

É BRT, é UPA cujas obras nunca mais acabam, apesar do que isso custa em qualidade de vida, e até em vidas mesmas, à nossa população. 

A verdade é que Zenaldo conseguiu até mesmo a “proeza” de “democratizar” o drama das enchentes, em vez de resolvê-lo, ou minimizá-lo. 

Por várias vezes, durante a administração dele, Belém, literalmente, afundou.  

Isso não aconteceu “apenas” nas áreas já “tradicionais”, como o Ver-o-Peso, não. 

Foi praticamente a cidade inteira a afundar – até nos chamados bairros “nobres”. 

E de quem é a culpa? De São Pedro? Do Diário do Pará? Da população, que joga lixo nas ruas, como ele mesmo já afirmou tantas vezes? 

Não.  

A culpa é dele, que não manda limpar a cidade, não coloca lixeiras e que não faz campanhas de educação ambiental. 

O problema é que Zenaldo já percebeu que vai é acabar em algum bueiro da História – porque a História não pode ser comprada, como acontece em algumas academias... 

E aí, fica tentando arranjar “culpados”, pra poder dizer: “não, não é bem assim. Eu fui, sim, um bom prefeito, mas o Diário me enlameou”. 

Em primeiro lugar, enlameada está é a cidade, e foi nessa lama que o prefeito se acabou. 

Nem a propaganda da Griffo, na qual o Zenaldo derrama milhões, vai convencer o cidadão de que o lixo, as enchentes e o abandono da cidade não passam de mera “ilusão de ótica”. 

Ao contrário do que pensa o prefeito, o cidadão de Belém não é burro, pra cair nesse lári-lári de “coitadinho” e “perseguido”. 

Zenaldo já teve quase 7 anos pra melhorar Belém, mas não o fez. 

Não conseguiu ser um bom administrador nem quando tinha um aliado no Governo. 

Não conseguiu cuidar nem da limpeza das ruas, que é o básico do básico. 

Restam-lhe, portanto, apenas esses vídeos malucos, pra tirar o foco de um fracasso administrativo, cuja culpa é tão somente dele, e de ninguém mais. 

FUUIIIII!!!!!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS