Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

REGISTROS DE 11 MIL ANOS

Bombeiros de Santarém chegam em Monte Alegre para combater incêndio

domingo, 06/10/2019, 08:58 - Atualizado em 06/10/2019, 11:26 - Autor: DOL


| Reprodução Facebook

Um incêndio de grandes proporções atinge uma área de preservação próximo ao Sítio Arqueológico e o Parque Estadual de Monte Alegre, no oeste paraense, na noite deste sábado (5). De acordo com informações iniciais da mídia local, voluntários tentam conter as chamas. 

De acordo com o portal POP, voluntários fazem chamadas nas redes sociais para que mais pessoas ajudem na contenção do incêndio. Um grupo de aproximadamente 15 pessoas estaria atuando no local de maneira rústica, usando equipamentos como roçadeiras e terçados. 

‘’Necessitamos de ajuda para conter o incêndio que se alastrou com grande intensidade no ponto Serra da Lua (um dos sítios arqueológicos principais do Parque Estadual Monte Alegre). Estamos com pouco menos de 15 voluntários contendo o incêndio que está próximo ao Complexo de Visitantes do Parque”, escreveu um dos voluntários nas redes sociais. 

Parque Estadual de Monte Alegre

O Parque Estadual de Monte Alegre (PEMA) foi criado legalmente, em 2001, com um território aproximado de 3,7 mil hectares (ou 36,78 km²). A área se estende por diversas riquezas naturais, culturais e históricas, como 45 sítios arqueológicos, rios, floresta, montanhas e cavernas.

Os sítios arqueológicos são alguns dos principais atrativos turísticos do Parque. Eles guardam os primeiros resquícios da passagem dos seres humanos pela Amazônia: são pinturas rupestres que remontam a mais de 11 mil anos, além de itens cerâmicos, como jarros e pratos que foram encontrados em escavações no local.

Dois dos principais sítios arqueológicos – a Serra da Lua e a Pedra do Mirante – estão no circuito do Complexo de Musealização inaugurado. A Serra da Lua é o sítio mais conhecido. Ela traz pinturas que se estendem por mais de 200 metros de um paredão de pedra na Serra do Ererê. Entre os diversos painéis desse paredão, os quais podem ser vistos desde a base da serra, é possível vislumbrar figuras em amarelo e vermelho representando animais, mãos e formas geométricas.

Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que está fazendo um levantamento da situação. Militares do Batalhão de Santarém serão deslocados neste domingo, para ajudar no combate às chamas. O incêndio é em uma área conhecia como Serra da Lua, um dos sítios arqueológicos do Parque Estadual. A cidade de Monte Alegre é conhecida pelo seu potencial arqueológico e fica a 2h30 de balsa, do município de Santarém.

Bombeiros já estão em Monte Alegre

Uma equipe de militares do Corpo de Bombeiros Militar de Santarém, no oeste paraense, foi deslocada para o município de Monte Alegre na manhã deste domingo (06), para ajudar a controlar o incêndio que atinge o Parque Estadual do município. Desde sábado (5), equipes de brigadistas estão no local combatendo as chamas. Será feito um levantamento da área atingida, para saber a dimensão do alcance das chamas. No início da tarde deste domingo, um segundo grupo de militares será deslocado de Santarém, levando mais equipamentos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo está em progressão mais lenta, já que está contra o vento, o que favorece a ação das equipes de combate.

O incêndio no Parque Estadual de Monte Alegre (Pema) começou no sábado. O fogo consome parte da área conhecia como Serra da Lua, um dos sítios arqueológicos do Parque Estadual. O município de Monte Alegre, que fica a cerca de 3h30 em viagem de balsa de Santarém, é conhecido pelo seu potencial arqueológico. O Parque pertence à Área de Proteção Ambiental Paytuna, e está sob a gestão do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio).

(DOL com informações do portal POP)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS