Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SEGURANÇA

Detentos envolvidos em mortes no presídio de Altamira são transferidos

quarta-feira, 02/10/2019, 18:33 - Atualizado em 02/10/2019, 18:48 - Autor: Com informações da Ag. Pará


No último mês de julho, um massacre ocorrido no presídio chamou atenção do País
No último mês de julho, um massacre ocorrido no presídio chamou atenção do País | Alex Ribeiro/Ag. Pará

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), transferiu para presídios federais nesta quarta-feira (2), oito detentos que participaram da ação que resultou na morte de 58 internos custodiados no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRALT), no final do mês de julho deste ano. A operação Tríade é uma resposta do Governo do Estado, que retomou o controle do sistema prisional e agora age de forma mais enérgica, em especial no que se refere aos membros de organizações criminosas. 

Os internos estavam sendo custodiados no Centro de Triagem Metropolitano IV (CTM IV), localizado no complexo penitenciário de Santa Izabel. Eles foram levados até o Instituto Médico Legal, vinculado ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, para realizar o exame de corpo de delito, e em seguida conduzidos para a Base Aérea de Belém, para serem transportados no avião da Força Aérea Brasileira (FAB) até os presídios federais.

Agentes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) atuaram de forma integrada com os agentes do Comando de Policiamento Penitenciário (COPE), durante toda a logística.

Esta é a terceira transferência de internos do sistema prisional do Pará para unidades federais. Ao todo, do início do ano até agora, 51 presos já foram remanejados. Os oito internos transferidos nesta quarta respondem pelos crimes de homicídio e organização criminosa.

De acordo com o Diretor de Administração Penitenciária da Susipe, Ringo Alex Farias, a transferência já havia sido solicitada ao Departamento Nacional Penitenciário (Depen), logo após o fato ter acontecido, em julho. A medida é exemplar e possibilita um controle maior nas unidades prisionais. 

"A operação denominada Tríade tem o objetivo de extrair oito internos que estavam envolvidos diretamente no ocorrido em Altamira, e com isso também dar continuidade a retomada do controle no cárcere, mostrando a força do Estado na condução da disciplina do preso. É preciso retomar o controle do cárcere com qualidade para dar andamento  a reinserção social, que é o objetivo principal da nossa instituição", finalizou Ringo Farias.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS