Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


26°
R$

Notícias / Notícias Pará

AÇÕES NECESSÁRIAS

Qualidade do transporte para o Marajó e gratuidade são discutidos em reunião

segunda-feira, 02/09/2019, 23:53 - Atualizado em 02/09/2019, 23:53 - Autor: DOL


Participaram da reunião órgãos e autoridades públicas, proprietários de empresas de navegação e cooperativas
Participaram da reunião órgãos e autoridades públicas, proprietários de empresas de navegação e cooperativas | Dário Pedrosa

Após os episódios de problemas envolvendo navios e lanchas que operam as linhas entre o Terminal Hidroviário de Belém e o Porto Camará (Salvaterra), foi realizada na manhã desta segunda-feira (2) uma reunião na sede da Arcon para que se alinhassem as ações necessárias e melhorias no transporte de passageiros para a região do Arari, no Marajó.

Cerca de 30 pessoas ocuparam o auditório do órgão, em Belém, entre órgãos e autoridades públicas, proprietários de empresas de navegação e cooperativas.

DISCUSSÃO

Entre os assuntos debatidos, destaques para a qualidade do serviço prestado pela Arapari Navegação, que foi bastante criticado, e o direito a gratuidade nos serviços de lanchas, considerado “impossível” pelos empresários em virtude da dificuldade em manter o serviço. Outro tópico abordado - e que levantou divergências entre os participantes - foi o horário de funcionamento. A proposta é que as lanchas passem a operar nos horários: de 6h15 às 9h e às 15h com saída concomitantes de Belém a Porto Camará. Os empresários, no entanto, sugerem que seja mantido apenas para uma viagem por dia, saindo pela manhã de Camará e retornando a tarde de Belém  - sendo este navio escolhido pelas entidades e recebendo as melhorias necessárias na estrutura.

A reunião foi realizada na manhã desta segunda (2) na sede da Arcon, em Belém
A reunião foi realizada na manhã desta segunda (2) na sede da Arcon, em Belém Divulgação/Arcon
 

RESULTADO

Quase três horas de reunião, no entanto, não foram suficientes para se chegar a um acordo entre os envolvidos. Um encontro está marcado para o dia 12 de setembro, às 9h, novamente na sede da Arcon (Belém) para discutir a troca dos navios por lanchas e a aplicação da gratuidade nesses serviços.

Além disso, os empresários ficaram de apresentar um relatório de custos e receitas para serem analisados e definidas as mudanças. 

Foi solicitado também a implementação da venda online pelas empresas que ainda não o fazem, uma lista de passageiros para ficar em terra e um controle dos veículos que são transportados pela empresa Henvil para tentar coibir o fluxo de carros e motos roubadas para a região.

(Com informações de Dário Pedrosa)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS