Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$

Notícias / Notícias Pará

MEDIDAS

Governo apura ameaças contra jornalista que denunciou queimadas

segunda-feira, 02/09/2019, 15:38 - Atualizado em 02/09/2019, 15:48 - Autor: Com informações da Ag. Pará


| JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

As denúncias de ameaça ao jornalista Adécio Piran, de Novo Progresso, estão sendo apuradas com rigor e celeridade, segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado do Pará, nesta segunda-feira (02).

A Polícia Civil, após o registro da ocorrência, deu início às investigações dos fatos denunciados pelo profissional de imprensa e já identificou o responsável. Donizete Severino Duarte seria o administrador de um grupo de WhatsApp, denominado "Direita Unida Renovada". Ele foi intimado a comparecer à delegacia, onde prestou depoimento e foi responsabilizado pelas ameaças. O procedimento seguiu para a Justiça.

Em relação ao panfleto que circulou na região, em que Adécio Piran é alvo de calúnias e difamações, o Governo disse que as investigações continuam, buscando a identificação dos autores da mensagem e dos responsáveis pela distribuição do informativo. A Polícia Militar recebeu determinação para acompanhar o caso e cuidar da segurança do jornalista.

Através de nota, o Governo do Pará reafirmou que respeita a liberdade de imprensa e não pactua com qualquer ato que venha fragilizar esse instrumento da democracia.

O jornalista Adécio Piran, da cidade de Novo Progresso, começou a sofrer ameaças por parte de fazendeiros da região apóss, no dia 5 de agosto, publicar em seu jornal, Folha do Progresso, notícia revelando a intenção de produtores rurais de organizarem, no dia 10 do mesmo mês, o que teriam denominado  "Dia do Fogo",  o que de fato aconteceu. Com a grande repercussão da notícia, o jornalista passou a ser ameaçado e está sofrendo uma grande campanha na região com distribuição de panfletos apócrifos com ofensas graves, além de ataques pela rede de WathsApp. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS