Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

REPÓRTER DIÁRIO

Yamada Plaza dará espaço para nova rede de supermercado em Belém

terça-feira, 23/07/2019, 08:23 - Atualizado em 23/07/2019, 08:23 - Autor: Gustavo Dutra


| Reprodução/Google Maps

O deputado federal Cássio Andrade (PSB-PA) é considerado o parlamentar mais gastador da atual legislatura. É o que aponta o levantamento do portal Metrópoles, divulgado ontem. Com 47,3% de renovação, os novatos da Câmara dos Deputados estão no topo da lista como os mais gastadores. Andrade, que lidera com gastança pessoal de R$ 242.981,79, torrou R$ 102,9 mil em “divulgação da atividade parlamentar”, R$ 57 mil com consultorias de pesquisas e trabalhos técnicos e R$ 27,8 mil com combustíveis e lubrificantes. O curioso é que, se não fosse pelo ranking de gastos, muita gente nem saberia o que Cássio faz em Brasília.

RESPOSTA

Em resposta, Andrade justificou que precisa manter a produção de um jornal impresso de tiragem mensal para distribuir nos municípios do Estado, onde “a internet não chega”. Ele diz também que não faz uso de determinadas despesas, como aluguel de carro e gabinete alternativo, mas os valores estão contabilizados nos “gastos na manutenção de escritório de apoio à atividade parlamentar”. O segundo congressista mais caro é Fernando Rodolfo (PL-PE), que desembolsou R$ 241,4 mil no semestre. A maior parte de seus gastos é de passagens aéreas (R$ 68,7 mil).

INVESTIMENTOS

Acordo no valor de R$ 15,3 milhões foi firmado entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Vale para obras no Centro Histórico de S. Luís (MA) e em Belém. O termo de compromisso é uma ação de mitigação em função das obras de duplicação da ferrovia Carajás no Pará e Maranhão. Investimentos de R$ 4,3 milhões serão aplicados no Pará em projetos executivos para restauração e manutenção da sede do Iphan em Belém, além da ampliação de um anexo ao prédio. Para São Luís (MA) serão destinados R$ 9,8 milhões.

AUTUAÇÃO

A Mineração Rio do Norte (MRN) está contestando o ato de infração que sofreu por não ter apresentado o Plano de Ação de Emergência para Barragens de Mineração (PAEBM) de pelo menos 11 estruturas. A empresa foi autuada em mais de R$ 50 mil. Durante uma vistoria nas barragens em junho, 11 estruturas localizadas em Oriximiná foram reclassificadas como de maior dano potencial associado. Foi estipulado um prazo para a MRN apresentar o Plano de Ação de Emergência das referidas estruturas, mas isso não foi feito. Por isso, foi autuada em R$ 50.464,8e.

COMÉRCIO

Dados do mais recente levantamento do Cadastro Central de Empresas (Cempre), do IBGE, mostra que mais de R$ 3,8 bilhões circulam no Pará na forma de salários e remunerações de empregados do segmento comercial e do ramo de reparação de carros e motos. O estudo indica também que, em 2017, o comércio colocou Santarém no grupo dos 10 maiores em movimentação comercial, com R$ 183,8 milhões de massa salarial no setor. O levantamento, do blog do Zé Dudu, dimensiona a força do comércio para os municípios quanto à massa salarial.

MOVIMENTAÇÃO

Os números do Cempre revelam que as cinco praças comerciais mais dinâmicas e autônomas são Belém, Ananindeua, Marabá, Santarém e Castanhal. Juntos, esses municípios arregimentam 63% das remunerações liberadas pelo comércio, perfazendo R$ 2,4 bilhões, mais que a massa salarial do Estado do Maranhão inteiro, estimada em R$ 2,2 bilhões. A capital movimenta R$ 1,47 bilhão em massa salarial de comércio. Na sequência, vêm Ananindeua (R$ 385,5 milhões), Marabá (R$ 197,1 milhões), Santarém (R$ 183,8 milhões) e Castanhal (R$ 166,6 milhões).

LINHA DIRETA

Vinte e um órgãos de pesquisa vinculados ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, entre os quais o Museu Goeldi, divulgaram carta aberta na abertura da Reunião Anual da SBPC, no domingo (21), defendendo a confiabilidade dos dados do Inpe sobre desmatamento da Amazônia e a respeitabilidade do instituto.

Batido o martelo. O grupo Mais Barato assinará amanhã (24) com o grupo Irmãos Cunha o acordo de aluguel por 10 anos do Plaza Yamada, localizado na rua Governador José Malcher. É um ponto estratégico, que já foi ocupado pelo Pão de Açúcar/Jumbo e, nos últimos 20 anos, pelo Plaza Yamada.

O grupo Yamada deixará a loja no dia 30 de agosto. Depois de rápida revitalização, o Mais Barato promete hastear a sua bandeira na semana do Círio. O grupo abrirá uma loja na rua Alcindo Cacela com avenida Magalhães Barata, e uma terceira loja, no Jurunas, será anunciada em breve.

A nova gestão do Iterpa usou o mês de julho para acelerar a regularização fundiária de 11 projetos de assentamento da agricultura familiar. Serão entregues no segundo semestre pelo governador Helder Barbalho. Serão beneficiadas 1.757 famílias, que também receberão o apoio técnico da Sedap e da Emater.

Na esteira do pacote anticrime enviado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao Congresso Nacional, cresce o número de projetos apresentados no primeiro semestre para combater a violência em 11 Estados. Os locais escolhidos são os que têm os piores índices de criminalidade em números absolutos, segundo o último Atlas da Violência.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS