Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


27°
R$

Notícias / Notícias Pará

JANEIRO A JUNHO

Exportações do Pará alcançam US$ 7,2 bilhões

sexta-feira, 12/07/2019, 09:26 - Atualizado em 12/07/2019, 09:36 - Autor: Redação


Foi de US$ 7,2 bilhões a soma das exportações paraenses de janeiro a junho deste ano, apresentando uma variação negativa de 0,55% quando comparado ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, o Estado teve 6,6% de participação nas exportações brasileiras, ficando em sétimo lugar no ranking.

Apenas em junho, o Pará exportou R$ 1,572 bi, 23% a mais em comparação ao mesmo período de 2018. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e foram divulgados pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Pará (CIN/Fiepa).

O setor mineral continua no topo da lista de principais exportadores, com 88,85% de participação na balança comercial paraense e US$ 6,4 bilhões em produtos vendidos ao exterior, principalmente o mercado asiático, encabeçado pela China. Destaque para a indústria de minério de ferro, que este ano já vendeu para o mercado internacional US$ 4.479 bi, variação de 8,55% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O maior destaque na exportação foi o segmento da madeira, que alcançou variação crescente de 12,55% nos primeiros seis meses deste ano comparado ao mesmo período do ano passado. Foram exportados US$ 122 milhões, tendo os Estados Unidos como principais compradores.

Para Cassandra Lobato, coordenadora do CIN/Pará, há uma perspectiva de saldo positivo de exportação da balança comercial paraense a curto prazo. “A redução no primeiro semestre já era esperada, muito em virtude da mudança e adaptações do novo governo, e ainda assim a variação negativa é muito pequena, não chega a 1%. Aguardamos melhoras e, consequentemente, uma variação positiva já até o final deste ano”, avalia.

Nas importações, o Pará alcançou US$ 589,44 milhões, uma redução de 6,88% em relação ao primeiro semestre de 2018, ficando em quarto lugar.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS