Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Pará

Belém vai receber edição da Campus Party

quarta-feira, 19/06/2019, 09:20 - Atualizado em 19/06/2019, 09:20 - Autor:


O diretor-superintendente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Pará, Rubens Magno, revelou na noite desta terça-feira, 19, que o governo do Estado abraçou a ideia de trazer uma edição itinerante do Campus Party para o Hangar Centro de Convenções da Amazônia, no próximo mês de novembro.


O evento cria ambientes para a prática e o debate de inovação, criatividade, empreendedorismo, tecnologia e universo digital e é realizado há 12 anos no Brasil, em uma versão nacional e etapas regionais. Este ano, a festa principal aconteceu em fevereiro, em São Paulo, e estão agendadas mais três etapas: a partir desta quarta, 19, até o dia 23 deste mês, em Brasília; de 16 a 18 de agosto, em Natal (RN); e em data a ser definida, no mês de novembro, em Belém.


“É um evento importantíssimo e nós, no Pará, estamos sintonizados com a necessidade de debater esses temas e buscar as boas práticas da inovação”, afirma Rubens Magno. “É um local totalmente preparado para receber as pessoas que têm o que dizer e o que mostrar sobre tecnologia, criatividade e mundo digital. São três ambientes, onde os participantes acampam, buscam soluções, apresentam projetos”, explica.


O diretor-superintendente do Sebrae também revelou que o governador Helder Barbalho está tão interessado no tema que já agendou a própria participação no maior evento de inovação do mundo, o Web Summit, que acontecerá em Portugal este ano. “Será o primeiro governador brasileiro a participar desse evento”, conta Rubens Magno.


Código fonte


“Nossa missão é ajudar a criar espaços para que a energia das novas gerações digitais encontre um lugar para reescrever o código fonte do mundo”, diz o texto publicado na página oficial do evento. “Venha sentir o futuro na pele”, é outra frase usada pelos realizadores para convocar os jovens que têm o que ensinar e os veteranos dispostos a aprender, e vice-versa.  


O resultado desses encontros é a germinação de projetos culturais, educacionais, tecnológicos, iniciativas de inclusão, assistência e promoção da cidadania. Isso tudo em meio a palestras, debates, oficinas e hackathons. Os hackathons são reuniões de pessoas, de forma colaborativa ou competitiva, para criar soluções tecnológicas.


É uma jornada multidisciplinar, em que ocorre uma verdadeira imersão em um ambiente propício para a inovação, troca de conhecimento e até novos negócios. Ainda falta definir a programação e a data e confirmar definitivamente a realização do evento em Belém. Agora, é ficar na torcida.


(Rede Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS