Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$
Pará

Caminhoneiros fecham a BR-316 e causam congestionamento quilométrico nesta manhã

segunda-feira, 10/06/2019, 07:04 - Atualizado em 10/06/2019, 10:13 - Autor:


Como prometido, os caminhoneiros começaram a interditar a BR-316 na manhã desta segunda-feira (10). Uma fila já se forma no Km 9, em Marituba, Região Metropolitana de Belém, na altura da alça viária.


Como o horário é de pico, longas filas se formam na rodovia. Os manifestantes interditaram a via no sentido Castanhal/Belém, impedindo completamente o trânsito de caminhões e liberando uma faixa para veículos particulares e caminhões que transportem cargas vivas.


De acordo com os caminhoneiros, os caminhões estariam sendo guinchados de forma irregular, assim como vans e mototáxis, pela Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito de Ananindeua (Semutran) e pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob).


Uma equipe do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) já está no local.


A Prefeitura de Belém diz que não recebeu nenhuma reclamação formal pela categoria acerca das fiscalizações rotineiras realizadas pela Semob. A nota do órgão ainda reitera que sobre caminhões, nos últimos oito meses apenas cinco caminhões foram guinchados pela Semob, todos por estarem parados na via por problemas mecânicos, uma medida prevista no Código de Trânsito Brasileiro.

Já a prefeitura de Ananindeua afirmou por nota que "as Remoções ocorrem de acordo com o que está previsto no CTB, onde se destacam: tacógrafos irregulares, pneus em mau estado de conservação, licenciamento em Atraso, cinto de segurança que não funciona e entre outras irregularidades presentes em veículos" e que "qualquer cidadão que se sentir lesado em Decorrência das Fiscalizações, pode procurar à corregedoria ou a ouvidoria da mesma até mesmo o Ministério Público de Ananindeua,  para que possíveis irregularidades possam vir a ser apuradas"..


Veja o trânsito na região em tempo real:



GREVE


Em maio de 2018, caminhoneiros de todo o Brasil fizeram uma greve de 10 dias que provocou transtornos no trânsito e desabastecimento de produtos e combustíveis em todo o País. No Pará, a paralisação afetou supermercados e serviços. Os motoristas fecharam vários acessos de rodoviárias federais no Estado até o fim do movimento.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS