Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Pará

Alepa e Ministério Público se manifestam sobre agressão a criança autista

quinta-feira, 23/05/2019, 16:30 - Atualizado em 23/05/2019, 17:30 - Autor:


A Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (CDH-Alepa), presidida pelo deputado Bordalo (PT), emitiu uma nota manifestando repúdio as agressões físicas e psicológicas a uma criança de 10 anos com Transtorno do Espectro Autismo (TEA) em uma clínica terapêutica em Castanhal, no nordeste paraense.


“Tomamos conhecimento da denúncia nesta quinta-feira, dia 23, por meio das imagens em vídeo em que mostram duas profissionais da clínica, uma sentada no chão segurando um cinto e outra próxima à criança, cometendo a agressão. As cenas indicam grave violação de Direitos Humanos e de Direitos da Pessoa com Deficiência”, afirma a CDH-Alepa. 


A nota diz ainda que “todo o tipo de violência à criança e adolescente merece repúdio da sociedade e a CDH-Alepa tomará todas as providências dentro das suas atribuições para que tanto a criança quanto seus familiares recebam todo o amparo necessário e seus direitos resguardados e garantidos”.


INQUÉRITO ABERTO


O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), através da Promotoria da Infância e Juventude, também afirmou que já tem conhecimento da situação e o caso está em apuração com o Inquérito policial instaurado.


Um grupo de mães também pediu punição após as agressões a criança autista na clínica. O vídeo começou a circular nas redes sociais nesta quinta-feira (23) e gerou revolta.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS