Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Pará

Criança autista é agredida em clínica de Castanhal. Veja o vídeo

quinta-feira, 23/05/2019, 09:09 - Atualizado em 23/05/2019, 11:51 - Autor:


Um vídeo que circula nas redes sociais gerou revolta ao flagrar uma criança sendo vítima de maus tratos em uma clínica terapêutica localizada em Castanhal, no nordeste paraense.


Nas imagens é possível ver o momento em que a criança, um menino que teria 10 anos e seria autista, é humilhado, ameaçado, coagido e agredido físico e psicologicamente.


O vídeo mostra ainda, uma mulher que trabalha na clínica usando um cinto, que permanece a todo tempo nas mãos da agressora, para ameaçar a criança.



Dentre os serviços oferecidos pela clínica terapêutica estão de capacitação no desenvolvimento infantil, terapia ocupacional, terapia assistida por animais, assessoria escolar, grupo social, dentre outros.


A mãe de uma criança autista de apenas quatro anos - que pediu para ter a identidade preservada - que era atendido pela terapeuta ocupacional que aparece no vídeo, fez um desabafo em conversa com o DOL, por telefone. Emocionada, ela ficou em choque ao ver o vídeo das agressões.


“A terapeuta fazia atendimento na minha casa com o meu filho. Ele frequentava a clínica, o espaço. Nunca desconfiei de nada. A facilitadora do meu filho já estava se queixando sobre algumas atitudes dela e foi, então, que eu comecei a ficar com o pé atrás, mas nunca pensei que fossem capazes de agressões. Não consegui ver o vídeo até o final, e ela ainda quer dizer que essa história não é verdade, mas não tem como ela se defender. O cinto mostra tudo, as agressões. Nós que temos filhos nessa condição sabemos o quanto é difícil isso. São crianças puras, sem maldade nenhuma, queremos o mínimo de consciência e respeito. Ela enganou a todos”, lamentou a mãe.


Ver essa foto no Instagram

*NOTA DE REPÚDIO* Nós, mães de crianças com autismo, unidas em torno do GRUPO DE MÃES MUNDO AZUL, recebemos na data de hoje, 23 de maio de 2019, as estarrecedoras imagens de agressão explicita a uma criança já identificada em nossas redes como pessoa com autismo. O fato noticiado na mídia apresenta a ocorrência de violência física e psicológica em clinica terapêutica localizada no município de Castanhal. Tais situações indicam a grave ocorrência de violações de Direitos Humanos e de Direitos da Pessoa com Autismo. Merecem não somente o repúdio da sociedade, mas uma apuração minuciosa e punição exemplar para que tais ações não ocorram novamente. O GRUPO DE MÃES MUNDO AZUL estará atento e acompanhando os desdobramentos deste caso, exercendo assim o inalienável direito de toda mãe de exercer a proteção de seu bem mais precioso: nossos filhos! Mexeu com um, mexeu com todos! GRUPO DE MÃES MUNDO AZUL

Uma publicação compartilhada por Grupo de Mães Mundo Azul (@grupomundoazul) em



ATENÇÃO: O VÍDEO CONTÉM IMAGENS FORTES




O DOL tenta contato com a mãe da criança para mais detalhes. O DOL também entrou em contato com a clínica terapêutica e aguarda um posicionamento em relação as denúncias.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS