Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$
Pará

Ponte desaba após forte chuva em Bragança

terça-feira, 07/05/2019, 19:57 - Atualizado em 07/05/2019, 22:29 - Autor:


A forte chuva que caiu por mais de 8 horas em Bragança, nordeste paraense, causou graves transtornos à cidade quatrocentona. A ponte da avenida Almir Gabriel, que passa sobre o rio Cereja, não resistiu à força da água e desabou na tarde desta terça-feira (7). Somente duas avenidas não foram afetadas e todas as áreas próximas ao grande igarapé que corta a cidade ficaram cheias de água.


A chuva começou ao meio-dia e só parou às 20h, sempre forte. Por conta do mal tempo, a internet foi interrompida em vários bairros da cidade, o que inviabilizou o funcionamento dos equipamentos meteorológicos da Defesa Civil para medir a intensidade da chuva. "Sem a informação precisa dos aparelhos, podemos avaliar que a chuva atingiu os 100 milímetros, porque, quando chove 50 milímetros o rio Cereja transborda e hoje o volume de água no rio foi o dobro das vezes que atinge 50 milímetros", explicou Ubiranilson Oliveira, coordenador da Defesa Civil.


A área da ponte comprometida foi isolada e o trânsito está sendo desviado. "A ponte estava em perfeito estado e a rua tinha sido asfaltada a pouco tempo. Esse ocorrido nos deixou muito triste. Porque além de ter prejuízo com as coisas de casa, causadas pela enchente, ainda tivemos prejuízo na nossa rua. Esse inverno está além da conta", disse a vendedora autônoma Alba Batista Corrêa, moradora da avenida Almir Gabriel, há aproximadamente 50 metros da ponte que caiu. 


Por conta do transtorno, a prefeitura de Bragança deixou em funcionamento duas Unidades Básicas de Saúde,  nos bairros mais atingidos pelas águas,  Aldeia e Vila Sinhá. "A situação não foi ainda pior porque coincidiu do rio Caeté está de maré seca no horário. Se estivesse de maré cheia, tudo teria sido muito pior", concluiu Ubiranilson


(Com informações de José Clemente Schwartz/Diário do Pará em Bragança)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS