Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$
Pará

Casarão pede doações para manutenção

quarta-feira, 01/05/2019, 07:37 - Atualizado em 01/05/2019, 08:00 - Autor:


Ocoletivo de artistas que compõem o corpo de habitantes do Casarão do Boneco lançou ontem, 30, a campanha “Do chão ao teto, salve o Casarão do Boneco”, durante uma ação para convidados no próprio espaço. “A campanha é para a gente reformar questões estruturais da casa, que precisa hoje de reparos mais profundos e a gente não tem verba nem apoio público ou de nenhuma instituição”, explica a atriz Adriana Cruz, do Grupo In Bust Teatro com Bonecos, um dos grupos que integra o espaço centenário.


O local tem uma gestão coletiva e abriga hoje sete grupos que disponibilizam tempo e trabalho para manter o espaço funcionando, tudo de forma voluntária. Eles também investem ali parte de seus cachês de apresentações ou de ações em projetos aprovados em editais. “O apoio que temos são dos frequentadores que têm apreço pela arte. Está cada dia mais restrito o espaço para a arte e a gente está resistindo”, pontuou Adriana.


Entre as ações que a campanha visa estão o conserto de uma calha que capta, ao mesmo tempo, a água da chuva no telhado do salão, dos quartos e corredor. Para solucionar isso, será preciso mexer na estrutura de um dos telhados. A campanha prevê ainda a reforma da estrutura entre o corredor interno e o salão principal de entrada, cujo desgaste está fazendo tanto o piso do corredor rachar e esburacar, quanto afundarem as tábuas corridas da beira do salão. Em substituição entrarão novos pisos.



(Foto: Otávio Henriques)


No lançamento foi divulgada uma das ações da campanha: a mostra, agendada para 31 de maio, no Teatro Margarida Schivasappa, que contará com o espetáculo “Pinóquio”, baseado no clássico literário do italiano Carlo Collodi, que será montado pelo In Bust, além da apresentação da atriz Ester Sá e sorteio de contos com o ator Lucas Alberto. Além disso, o ator Anibal Pacha fará uma interferência com uma “caixa lab lab” na frente do teatro.


Outra ação é uma festa no dia 22 de junho, no Insano Marina Club, parceiro da campanha, que contará com alguns grupos musicais que vão liberar o cachê para apoiar a causa. Estão confirmados os grupos Cobra Venenosa, Tamboiaras e Bando Mastodonte. “A pessoa vai adquirir um ingresso e assistir a vários espetáculos. A gente considera que toda pessoa que comprar um ingresso ou ir a festa é um parceiro da campanha”, avisa a atriz.


“Já no segundo semestre vai rolar uma vaquinha coletiva e até outubro a gente vai publicar os resultados da campanha para prestar contas com todas as pessoas que colaboraram”, adianta Adriana sobre a segunda etapa do projeto.


OUTROS APELOS


Com 116 anos e com a estrutura ainda original, não é a primeira vez que Casarão do Boneco precisa de ajuda para se manter. Em 2015, uma campanha de financiamento coletivo foi lançada, mas não conseguiu alcançar a meta do financiamento.


Já no ano passado foi feita a Campanha de Reforma das Janelas e Portas que acessam para o jardim. Todas foram financiadas por frequentadores amigos do casarão, que tiveram seus nomes carinhosamente colocados em portas e janelas apadrinhadas. [A Casa] precisa hoje de reparos mais profundos e a gente não tem verba nem apoio público ou de nenhuma instituição” Adriana Cruz, do grupo In Bust, que integra o coletivo


(Aline Rodrigues/ Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS