Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Pará

Buscas por vítimas de acidente da ponte do rio Moju são suspensas

sábado, 06/04/2019, 20:43 - Atualizado em 06/04/2019, 20:59 - Autor:


O Corpo de Bombeiros do Pará suspendeu, por volta de 18h20 deste sábado (6), as buscas no Rio Moju, onde possíveis vítimas de dois carros particulares estão sendo procuradas. Parte da ponte que fica sobre o rio, localizada na altura do quilômetro 48 da Alça Viária, desabou na madrugada. 


De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma reunião interna será realizada durante a noite para um levantamento das ações que aconteceram hoje após o acidente, e o que será feito amanhã (7), para dar continuidade aos trabalhos. 


Segundo o capitão tenente Nelson Ferraz, chefe de comunicação social do 4ª Distrito Naval, o trabalho foi interrompido devido as fortes correntezas na área, que ofereciam risco aos agentes. Serão mantidas no local as equipes da Marinha, Polícia Militar e Bombeiros. Neste domingo, logo ao amanhecer, será avaliada a condição da maré para serem então retomadas as buscas com mergulhadores. A Marinha disponibilizou mais três mergulhadores para atuarem junto aos outros sete que trabalham nas buscas pelo Corpo de Bombeiros.


O governador Helder Barbalho e o vice-governador, Lúcio Vale, anunciaram, durante uma coletiva realizada à tarde, que o Estado não irá cessar as buscas pelas possíveis vítimas do acidente até que elas sejam localizadas. 


Como medidas emergenciais para minimizar os impactos sofridos pela população, o chefe do Executivo estadual informou que serão construídas rampas (nos dois lados da ponte) para possibilitar o fluxo de balsas no local onde a a estrutura da ponte foi destruída. Serão recuperados ainda os portos do Arapari, em Barcarena, e o Porto Bannach, localizado na Avenida Bernardo Sayão, no bairro do Guamá, em Belém.


 



Durante o inquérito que apura as causas, oito pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil. Entre os que prestaram depoimento estão quatro tripulantes da balsa, além de auxiliares e o piloto da embarcação. O conteúdo dos depoimentos, não foi divulgado e ninguém foi preso até o momento. 


As investigações prosseguem no aguardo de laudos para apontar a causa da colisão. 


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS