Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Pará

Estudo afirma que mulheres são mais cuidadosas no trânsito

sexta-feira, 08/03/2019, 07:47 - Atualizado em 08/03/2019, 11:53 - Autor:


A mulher tem conquistado cada vez mais a própria independência e essa realidade é sustentada, principalmente, em números: com mais de 19 mil mulheres habilitadas a dirigir, as condutoras são as que menos se envolvem em acidentes no estado do Pará.


Além da responsabilidade em levar vidas e preservar aquelas de quem está andando nas ruas, dirigir garante também independência, é o que relata a empresária Jéssica Oliveira. “Dirijo em torno de 5 horas por dia, e aos finais de semana mais ainda, pois realizo as entregas da minha empresa. Dirigir me tornou uma pessoa mais independente”.


LEIA TAMBÉM:



De 384 mil indenizações pagas em seguros em 2017, apenas 25% foram vítimas de condutores do sexo feminino. Os dados fazem parte de um estudo divulgado pela Seguradora Líder, responsável por administrar Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores em vias terrestres (Dpvat).


Desconstruindo também a triste ideia de “mulher é um perigo ao volante”, mais números surgem a favor delas: o Departamento de Trânsito do Estado (Detran-PA) afirma que 17.741 mulheres estavam habilitadas a dirigir no Pará. E em 2019, a quantidade de mulheres com habilitação já chegou a 1.573.


O aumento população feminina nas estradas reflete positivamente nas estatísticas de acidente de acordo com o coordenador de Planejamento do Detran-PA, Valter Aragão. “O trânsito é um espaço democrático, que contempla todas as categorias e todas as pessoas. E como a mulher normalmente é mais cuidadosa e se envolve menos em acidentes, então, sem dúvida, quanto mais mulheres nós tivermos nos volantes, mais cuidado e mais zelo no trânsito teremos no nosso Estado e País”.


(Com informações da Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS