Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$

Notícias / TudoAquiTem

TudoAquiTem

Veículo blindado usado: dicas para aquisição

sexta-feira, 11/11/2016, 21:39 - Atualizado em 11/11/2016, 22:02 - Autor:


Blindar um veículo não é um serviço barato e dificilmente será, pois o preço de uma blindagem reflete não apenas o valor do que está sendo ofertado (a segurança do seu bem maior) mas um serviço extremamente qualificado, com aplicação de material específico e caro. No entanto, a insegurança, o crescimento da violência e a eficácia da blindagem puxam as estatísticas em todo Brasil se veículos blindados. Dados da Abrablin, Associação Nacional do setor de blindadoras, mostram que 20 mil automóveis passaram pelo processo em 2015, no Brasil.


Considerando o valor do serviço, a partir de R$ 40 mil, muitos têm optado pela compra de um veículo blindado usado. E por que não? Para exemplificar: um blindado com até três anos de uso pode custar até metade do original, do mesmo modelo blindado. Comprar um veículo blindado usado é uma excelente opção quando não se é possível investir na blindagem de um veículo 0km, explica a equipe da BR Blindados.


A desvalorização é explicada pois é preciso muito cuidado na conservação para que o automóvel mantenha condições minimamente seguras de uso.


Se você está se programando para adquirir um blindado, e pretende lançar mão de um usado tome nota de algumas dicas importantes, da equipe da BR Blindados. 


A procura do veículo blindado


Para comprar um veículo blindado novo ou usado, procure a blindadora que tenha realizado o serviço ou uma blindadora que tenha autorização do Exército.


Para comprar este tipo de veículo, caso seja na empresa que tenha realizado o serviço, você terá conhecimento total da procedência do que foi realizado, caso contrário, a empresa terá que ter a documentação contendo as informações necessárias sobre onde a blindagem foi realizada e assim poderá lhe dar o suporte necessário e eficaz em caso de alguma manutenção futura.



Quilometragem e idade


O blindado possui maior desgaste de itens como suspensões. Por isso, o ideal é comprar um veículo com menos de três anos de uso e que não tenha a quilometragem alta. "Um veículo com mais de 100 mil km rodados já não deve ser uma opção", porém mesmo que o veículo esteja com a quilometragem alta, procure uma blindadora que possa lhe dar toda manutenção local necessária no veículo blindado usado, destaca a equipe da BR Blindados. 


Data de validade


É primordial que a blindagem esteja dentro da validade para que se possa solicitar garantia da matéria prima à seus fabricantes. Os vidros tem que ser checados, as chapas e mantas das portas precisam estar no lugar. Motor, suspensões, amortecedores e máquinas de vidro, fechaduras e maçanetas devem funcionar normalmente.


 A blindagem tem que estar dentro da validade para que se possa solicitar garantia de fabricantes. (Foto: Divulgação)


Veículo acidentado


Se o blindado tiver passado por algum acidente, e ser for consertado em local não especializado, deve ter itens da blindagem remontados de forma incorreta. Neste caso, deve-se procurar um especialista que fará uma avaliação mais precisa. 


Manutenção


Um veículo blindado usado também precisa de manutenção preventiva, devido ao tempo da execução do serviço para manter a qualidade das mudanças ocorridas. O cuidado evita troca precoce de peças como amortecedores da máquina de vidro.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS