Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$

Notícias / TudoAquiTem

TudoAquiTem

Dois antivírus no computador. É a solução?

segunda-feira, 15/08/2016, 15:39 - Atualizado em 15/08/2016, 15:42 - Autor:


Muitos acreditam que quanto mais segurança no computador, melhor. E acabam instalando dois programas de antivírus. Mas, segundo a maioria dos especialistas em segurança de computadores, ter mais de um desses programas pode ser uma péssima ideia.


Em vez de aumentar as barreiras para vírus e malwares, o software pode acabar sofrendo efeitos colaterais que vão desde falha no antivírus até colapso do computador.


Os antivírus são programas criados para evitar, buscar, detectar e eliminar programas maliciosos de forma contínua. Seguindo uma regra geral, quando o programa encontra um problema, ele avisa o usuário, que então tem a opção de bloquear ou eliminar a ameaça.


"Para ser eficaz no trabalho de detecção, o antivírus deve poder penetrar no computador em um nível adequado, no fundo do núcleo do sistema", explica o site da Kaspersky Lab, empresa especializada em segurança informática.


O produto precisa interceptar eventos no sistema. Os dados interceptados então passam pelo motor do antivírus, que os analisa."Se o usuário colocar em funcionamento dois ou mais programas com o mesmo objetivo, é "provável que haja conflito com uma destas duas consequências: um dos antivírus vai falhar na missão de interceptar eventos (maliciosos) no sistema ou as tentativas de instalar interceptores paralelos vão levar o sistema ao colapso".


Nenhum pacote antivírus oferece a proteção perfeita


Vários outros sites especializados em segurança fazem a mesma advertência. O site da Microsoft afirma que "nunca se deve usar mais de um programa de antivírus simultaneamente" e o site PC World compara essa prática a "misturar um vinho fino com um cereal de café da manhã"."Os dois programas podem simplesmente se contradizer: um pode detectar algo como (sendo) malware enquanto o outro, não. Em qual devemos acreditar? Os falsos positivos existem em todos os antivírus, por isso é um tema complexo", disse Javier Pastor, blogueiro do site especializado em tecnologia Xataka.


Outra questão importante é como o uso de dois ou mais programas de antivírus pode influenciar no rendimento do computador."Os antivírus analisam todos os arquivos que o computador abre e que estão guardados. Se esse processo é duplicado, desacelera o funcionamento do computador.""Também podem existir outros problemas de 'bloqueio'. Quando um arquivo é analisado por um antivírus, ele tem que ler a partir do disco rígido e vários aplicativos não podem ler o mesmo arquivo naquela hora. Se dois antivírus 'se pegam', podem ocorrer erros inesperados", acrescentou.


(BBC Brasil)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS