Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Brasil

Saiba como fazer intercâmbio internacional

domingo, 23/06/2019, 07:45 - Atualizado em 23/06/2019, 07:45 - Autor:


A possibilidade de desenvolver parte da formação acadêmica em outro país pode parecer um sonho distante, porém, com organização e pesquisa é possível encontrar intercâmbios internacionais até gratuitos. Entre as instituições que possibilitam a formação de alunos estrangeiros de forma gratuitas, muitas estão localizadas em países europeus e americanos.


Responsável por coordenar os processos seletivos de alguns programas de mobilidade acadêmica que têm parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Pró-Reitoria de Relações Internacionais da UFPA (Prointer) explica que quando um aluno almeja estudar no exterior, uma das primeiras coisas que deve ter em mente é a necessidade de se preparar com bastante antecedência, em média de um a dois anos antes da viagem. “Deve ter em mente quais as suas competências linguísticas; baseado nos idiomas que fala, escolher os países e instituições superiores de ensino de seu interesse; e escolher um plano de estudos, ou um estágio ou as atividades que pretende desenvolver”.


A Prointer explica, ainda, que quase todas as seleções exigem a análise do histórico escolar, do Currículo Lattes, e a proficiência ou conhecimentos no idioma do país para onde se deseja viajar. Da mesma forma, apresentar certificado internacional de proficiência em língua estrangeira contribui para pontuar no processo de seleção. Entre os mais conhecidos estão o DALF (Diplôme Approfondi de Langue Française) para língua francesa, e o TOEFL (Test of English as a Foreign Language) para língua inglesa. “O estudante deve ter em mente que é importante ter foco, planejamento (inclusive financeiro), comprometimento, organização, pois ele estará representando sua instituição e seu país antes mesmo que seu nome seja lembrado”, destaca a Pró-Reitoria.


Candidatura 


 Durante a candidatura, é importante que o candidato apresente Carta de Intenção ou Motivação, além da Carta de Recomendação “fornecida por um professor do candidato que conheça suas habilidades e experiências acadêmicas e que possa recomendar sua candidatura”.


A Pró-Reitoria aponta, ainda, que para os alunos da instituição se candidatarem a bolsa de estudos, deve apresentar um histórico escolar com destacado desempenho acadêmico e Coeficiente de Rendimento Global (CRG) igual ou superior a 8, de preferência sem reprovações. Também é importante a apresentação de Currículo Lattes diversificado, com comprovação de atividades acadêmicas que envolvam produção.


“Quando um candidato expressa o desejo de estudar em uma instituição estrangeira, juntamente com a documentação ele deve apresentar uma Carta de Intenção, a qual deve informar pontos importantes para sua candidatura como os motivos que o levam a querer participar da mobilidade; descrever as habilidades que possui; descrever seus interesses acadêmicos; explicar os motivos que o levam a querer participar da mobilidade; e descrever por que é importante passar um período de estudos no exterior e como esta experiência será benéfica para o candidato e para o meio econômico-social em que vive”.


Independentemente do programa escolhido, a Prointer lembra que “cada país e cada instituição têm suas regras específicas para receber estudantes estrangeiros” e que, portanto, “antes de candidatar-se a qualquer edital, o aluno deve buscar as informações dos requisitos específicos para saber se poderá realizar a mobilidade na instituição
e país desejados”.


Além dessas dicas, o DIÁRIO separou outras orientações para quem deseja realizar um intercâmbio por meio dos programas coordenados pela Prointer da UFPA e também via processos expedidos diretamente por consulados e universidades de diferentes países. O Consulado do Japão, inclusive, está com inscrições abertas até o dia 28 de junho para bolsas de estudo de graduação, escola técnica e curso profissionalizante. Confira!


Veja algumas opções


Prointer - UFPA


Normalmente, a seleção de bolsa para mobilidade acadêmica internacional é realizada por meio de processos seletivos promovidos por editais internos. Atualmente, a Pró-Reitoria de Relações Internacionais da UFPA coordena os processos seletivos do programa Bolsas Ibero-América Estudantes de Graduação - Banco Santander; Programas de Intercâmbio “Brasil - Colômbia - BRACOL” e “Brasil – México – BRAMEX” e o Projeto Paulo Freire de Mobilidade Acadêmica para Estudantes de Programas Universitários de Formação de Professores. Tais programas são direcionados para países da Europa, América do Sul, América Central e México. Além dos programas de bolsas, a UFPA possui acordos e convênios com instituições de países também da África, América do Norte e Ásia.


Os editais lançados diretamente pelo Prointer são direcionados aos alunos de graduação da UFPA, desde que se enquadrem nos requisitos de cada instituição anfitriã.


Fonte: Prointer - UFPA.


Consulado do Japão 


O Consulado do Japão em Belém está com inscrições abertas, até o dia 28 de junho, para quem tem interesse em pleitear bolsas de estudo para graduação, escola técnica e curso profissionalizante, conforme os requisitos básicos: ser brasileiro e fluência na língua inglesa e/ou japonesa. Podem se candidatar estudantes com idades entre 17 até 24 anos no ato da viagem, sendo necessário ter concluído o ensino médio até dezembro.


São oferecidas bolsas com duração de cinco anos para os cursos nas áreas de ciências humanas e sociais, biológicas e exatas. Já na modalidade escola técnica a duração do curso é de quatro anos e o curso profissionalizante é de três anos. A seleção local consta de análise de documentos, prova escrita e entrevista em inglês ou em japonês. Os benefícios da bolsa são: ajuda de custo, passagem aérea de ida e volta ao Japão e pagamento das despesas escolares e hospitalares.


Mais informações sobre as formas de inscrição podem ser obtidas pelo telefone 3249-3344 ou no site http://www.belem.br.emb-japan. go.jp/itpr_pt/ bolsas_de_estudo. html


Fonte: Consulado do Japão.


Noruega


As universidades públicas da Noruega normalmente não cobram anuidade de qualquer estudante, incluindo estrangeiros. A gratuidade se aplica a todos os níveis – graduação, mestrados e PhDs. É cobrada apelas uma taxa semestral de manutenção que varia entre 300 e 600 coroas norueguesas (o equivalente, hoje, a uma média de R$134 a R$268).


Fonte: Estudar Fora (www.estudar fora.org.br).


Alemanha


As universidades alemãs não cobram taxas anuais de nenhum aluno, incluindo estudantes estrangeiros, tanto para cursos de graduação quanto programas de mestrado. Porém, algumas universidades federais cobram uma contribuição por semestre de, em média, R$217.


Fonte: Estudar Fora (www.estudar fora.org.br).


Reino Unido 


A Universidade de Westmister, no Reino Unido, oferece bolsas de estudos para países em desenvolvimento, caso do Brasil. As bolsas podem ser tanto parciais, ou totais, arcando também com os custos de vida. As inscrições ocorrem normalmente no mês de setembro. Na Inglaterra, a Universidade de Oxford também oferece vagas para alunos intercambistas com bolsa de estudo integral.


Fonte: Quero Bolsa (www. quero bolsa.com.br).


Canadá


A universidade de Humber College, em Toronto, no Canadá, oferece bolsas de estudos que arcam com a taxa anual da faculdade. As inscrições ocorrem, normalmente, em maio.


Fonte: www. quero bolsa.com.br.


Nova Zelândia


A University of Cantebury oferece bolsas de estudo com tudo pago.


Fonte: www. quero bolsa.com.br.


França 


Em Paris, a Sciences Po oferece ajuda financeira para custeio da anuidade da universidade e também o custo de vida no país pelo período de até três anos.


Fonte: www. quero bolsa.com.br.


Holanda


Na Holanda, a Utrecht University oferece isenção da anuidade de graduação e mestrado para alunos que tenham alto desempenho acadêmico. Além disso, é oferecida ajuda financeira para que o estudante possa arcar com os custos da estadia no país.


Fonte: www. quero bolsa.com.br.


(Cintia Magno/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS