Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Brasil

Saiba mais do candiru: peixe dos rios da Amazônia que entra na uretra ou ânus

quarta-feira, 19/06/2019, 15:55 - Atualizado em 19/06/2019, 17:14 - Autor:


Rios e lagos são destinos de muita gente na hora de se divertir com a família ou amigos para aproveitar o lazer em uma prática que em alguns casos parece inofensiva. 


Além dos riscos de afogamentos, há outros perigos que nos rodeiam, como por exemplo o peixe candiru. De imediato, o seu tamanho pode chegar atéoito centímetros, dando a ele uma aparência inofensiva passando a impressão dele ser insignificante.


Porém, na Amazônia, o candiru é o animal mais temido das águas. Ele também é conhecido como peixe vampiro, pois nada até as cavidades das guelras de outros peixes e se aloja, se alimentando de sangue, recebendo assim esse apelido.



                                                        (Foto: Reprodução)


O candiru é um parasita e para o homem o perigo está no hábito que ele tem de penetrar pela uretra ou ânus dos banhistas e se instalar no interior dos órgãos genitais. Ele é atraído pela urina tendo a propriedade de nadar contra a corrente na hora da micção. 

Ao penetrar pelos orifícios dos hospedeiros, o peixinho se alimenta do sangue e provoca ferimentos no local devido ao formato de guarda-chuva de suas nadadeiras que se fixam no corpo do hospedeiro. O bicho só pode ser removido através de cirurgia.

Em alguns casos, as vítimas podem sofrer hemorragias e infecções ou até mesmo morrer por conta da ação do parasita. Apesar de muita gente acreditar que os ataques do candiru não passam de lendas urbanas, a verdade é que existem vários registros na literatura médica sobre vítimas desse peixe, que têm que ser hospitalizadas urgentemente para fazer a remoção.



                                        (Foto: Reprodução)


 


DICAS


Algumas Medidas devem ser tomadas para evitar o ataque do peixe.

1- Evite nadar sem trajes de banho que cubram os órgãos genitais;

2- Não nade em locais desconhecidos sem antes falar com pessoas que conheçam a região;

3- Evite entrar na água com cortes e arranhões recentes que possam sangrar;

4- Jamais urine na água, já que a ureia pode atrair o Candiru e outros predadores;

5- Caso seja atacado, não puxe em sentido contrário, porque os seus dentes podem rasgar a uretra ou anus. Procure imediatamente atendimento médico;

6- Ao fazer xixi, saia da água!


(Com informações do Souenfermagem.com)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS