Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Esteticista é presa por engano no lugar de irmã assaltante

segunda-feira, 17/06/2019, 18:11 - Atualizado em 17/06/2019, 18:11 - Autor:


Uma esteticista de 26 anos foi solta, nesta segunda-feira (17), após ficar quase 10 dias presa por ter sido confundida com a irmã, suspeita de participar de dois assaltos. O caso ocorreu na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 


A esteticista Danielle Estevão Fortes foi detida no último dia 7 de junho após ser confundida com a irmã Daniela Estevão Fortes, de 24 anos. Daniela foi  flagrada em imagens de uma câmera de segurança supostamente participando de um assalto a uma loja de celulares, em julho de 2018. Ela também é suspeita de participar de um segundo roubo também a uma loja de celulares, em 2018.


Por causa de uma confusão feita na investigação e um reconhecimento feito com uma foto errada, Danielle que tem semelhança físicas com a irmã, acabou tendo a prisão decretada no lugar de Daniela. 


“Estamos todos abalados com este caso. A notícia caiu como uma bomba para a família . Queremos que a Justiça seja feita e que Danielle seja libertada”, disse Ilma Trindade de Andrade, prima da esteticista, ao portal Extra.


Os parentes de Danielle fizeram um protesto em frente ao Fórum de Duque de Caxias, pedindo a liberdade da mulher. 


Daniela ( a esquerda), ao centro uma mulher e Danielle Estevão (a direita) Reproducão


Daniela (à esquerda), ao centro uma mulher e Danielle Estevão (à direita). Foto: Arquivo Pessoal


Prisão por engano


Danielle foi presa no último dia 7 de junho, quando foi à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense para prestar depoimento sobre a morte de um parente. Ao verificarem a documentação de Danielle, os policiais descobriram que havia um mandado de prisão em nome da esteticista. 


Ela foi presa e está à disposição da Justiça no presídio Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo de Gercinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo o advogado Ailton Carlos de Oliveira, que integra a equipe que defende Danielle, a esteticista deve ser liberada ainda nesta segunda-feira.


Daniela Estevão durante ação do assalto - Reproducão


Daniela Estevão durante ação do assalto. Foto: Reprodução

Danielle dividiu uma cela com oito detentas no Presídio Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, e dormiu no chão com uma coberta rasgada. Segundo a advogada Ilídia Cordeiro, que defende a esteticista, Danielle esperava que a irmã procurasse a Polícia Civil para explicar que ela é a verdadeira autora dos crimes.

(Com informações do portal Extra)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS