Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Rodoviários e profissionais da educação vão aderir à Greve Geral de amanhã (14)

quinta-feira, 13/06/2019, 11:42 - Atualizado em 13/06/2019, 19:47 - Autor:


Trabalhadores de diversas categorias vão parar as atividades em todo país nesta sexta-feira (14), em Greve Geral contra a reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro e os cortes de verbas das universidades e Institutos Federais (IFs). No Estado do Pará não será diferente.



De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Pará (Sindtifes), em Belém, os trabalhadores técnicos, estudantes e professores da Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) estarão concentrados a partir das 10h, na Praça da República, em frente ao prédio do Instituto de Ciências das Artes (ICA).


Em manifestação para barrar os ataques do governo federal, segundo o Sindtifes, eles seguirão em direção ao Mercado de São Brás.



GREVE GERAL NO BRASIL


Ainda segundo o Sindtifes, segmentos do setor dos transportes, servidores públicos, profissionais da educação, metalúrgicos, bancários, operários da construção civil, petroleiros, comerciários irão integrar ao movimento contra os ataques do governo aos direitos previdenciários, ao emprego e aos cortes na Educação.


Em todo Brasil, as confederações, federações e sindicatos do setor dos transportes decidiram que os trabalhadores vão aderir a data, paralisando as atividades de norte a sul do país.



O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários do Estado do Pará informou, em sua página oficial no Facebook, que a categoria também irá aderir à greve geral 


A Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios (Fentect) também sinalizou ao chamado da greve geral.



(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS