Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Polícia identifica homem que estuprou e enterrou viva adolescente grávida

quinta-feira, 13/06/2019, 11:13 - Atualizado em 13/06/2019, 11:38 - Autor:


A polícia civil identificou um adolescente de 17 anos na participação de um estupro a uma jovem da mesma idade, na última terça-feira (11), em Rio das Ostras, no interior do Rio de Janeiro.

Uma jovem foi estuprada e enterrada viva na praia do Bosque, na madrugada de terça-feira. Ela estaria grávida e a suspeita é de que o namorado tenha participação no crime. Ela conseguiu escapar e foi socorrida por um homem que passava pelo local. 

Uma testemunha, que preferiu não se identificar, disse que viu quando a jovem foi socorrida por um ciclista, por volta das cinco horas da manhã e relatou a situação. "Uma cena muito triste, uma menina toda machucada, com a cabeça sangrando, suja de areia dos pés a cabeça, estava com uma bermuda preta que estava rasgada, no mínimo tiraram a força", contou. Ainda sde acordo com ele, o Corpo de Bombeiros e a uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, (Samu) foram acionados, mas por conta do horário, o atendimento demorou a ser realizado.

Segundo a Polícia Civil, uma adolescente de 16 anos foi apreendida após ter confessado que atraiu a vítima para o local. A polícia investiga também a participação de outras duas pessoas no crime. A vítima está viva e já recebeu atendimento médico.

O delegado Carmelo Santalucia informou que o suspeito está sendo procurado e que foi apontado pela vítima e por uma adolescente que foi apreendida por envolvimento no crime. 


Ainda segundo Carmelo, a adolescente apreendida confessou que sentia ciúmes em relação a vítima. E teria atraído ela para uma festa no Centro da cidade. Lá, elas se encontraram com o rapaz apontado como agressor.

A jovem será apresentada ao Ministério Público hoje a tarde e o promotor irá avaliar se ela ficará em internação em alguma casa de custódia.

Como a vítima suspeitava de uma gravidez, um exame feito no Hospital Municipal de Rio das Ostras e confirmou a gravidez da jovem. Ela passou por exames, foi medicada para prevenção de DSTs e o estado de saúde é estável.

A mãe da vítima disse que a jovem apreendida era uma amiga da filha e que frequentava a residência delas. "Ela chegou lá por volta das 23h e chamou minha filha pra sair. Eu disse que era melhor não porque já tava tarde e elas ficaram conversando na varanda. Depois eu dormi, por volta de meia-noite, acordei assustada com a menina gritando o nome da minha filha no portão por volta das 4h", contou a mãe.

A mulher disse também que foi ela quem atendeu a menina no portão, e que ela tinha ido pedir ajuda para um rapaz, mas não soube explicar quem era a pessoa e que tipo de ajuda seria.

Ainda segundo a mãe da adolescente, a filha está abalada com a situação, fala pouco e com o rosto inchado por causa das agressões. "Eu to esperando ela se recuperar um pouquinho mais. Ainda tá muito inchada. Hoje ela tá um pouco melhor, conseguiu comer", contou a mãe.


(Com informações do Portal O Dia)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS