Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Brasil

Terapeuta ocupacional é achada esganada próximo à grade externa de colônia agrícola

sexta-feira, 07/06/2019, 17:28 - Atualizado em 07/06/2019, 17:29 - Autor:



Uma terapeuta ocupacional de 27 anos foi achada morta, na tarde desta quinta-feira (6), nas proximidades de uma Colônia Penal Agrícola (CPA) na cidade de Piraquara, na Grande Curitiba, no Paraná. Os primeiros laudos apontam que ela faleceu por esganadura.


De acordo com informações do portal Massa News, o desaparecimento de Aline Miotto Nadolny foi registrado ontem por familiares. Ela teria saído para trabalhar pela manhã, normalmente, mas não chegou ao destino.


O corpo de Aline foi encontrado durante a tarde desta quinta-feira e tinha ferimentos no rosto. A polícia ainda investiga se a morte da jovem tem alguma ligação com o trabalho desempenhado por ela no presídio.


A participação de algum preso no crime não está descartada. A vítima era casada e morava em Curitiba.


De acordo com o delegado Job de Freitas, responsável pelo caso, o corpo foi encontrado ‘colado’ na cerca da Colônia Penal Agrícola. A moça estava bem vestida, não era conhecida dos moradores da região e não tinha sinais de violência sexual.


“Não tinha indícios também de que ela tivesse sido roubada, estava inclusive com a aliança de ouro no dedo”, disse o delegado.



Causa da morte


Aline foi morta por esganadura. Job de Freitas disse que a mulher foi assassinada com o próprio cachecol.


“Ao que tudo indica o crime foi cometido por uma pessoa apenas. Ela tinha a lesão de esganadura no pescoço e ferimentos no rosto, que possivelmente tenham sido feitos por ela mesma quando tentava se defender, retirar o cachecol”, comentou o delegado.


Todos os passos da vítima, desde que saiu da casa até o momento em que o celular apontou a última localização estão sendo avaliados.


“No local do crime não há câmeras de segurança, já procuramos em todas as casas, mas não há por ali”, afirma. “Agora procuramos as câmeras próximas à casa dela”, disse o delegado.


(Com informações do portal Massa News)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS