Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Brasil

Estuprador que estava em saída de 'Dia das mães' é suspeito de morte de estudante

quinta-feira, 30/05/2019, 15:46 - Atualizado em 30/05/2019, 15:47 - Autor:



Um criminoso de 40 anos, que estava preso por estupro e teve saída temporária da cadeira durante Dia das Mães, é o principal suspeito da morte da estudante Rafaela de Campos, de 19 anos, que desapareceu no último domingo (26) e foi achada morta na tarde desta segunda-feira (27), no rio Sorocaba, no município de Sorocaba, em São Paulo.


A estudante desapareceu no domingo (26) após prestar vestibular, no centro de Sorocaba. Em imagens de câmeras de segurança, é possível quando o detento Paulo César Manoel, de 40 anos, aborda a vítima em uma avenida de Sorocaba e começa a andar ao lado dela. Objetos pessoais foram levados da jovem, por isso a polícia investiga o caso como latrocínio.


Os familiares de Rafaela ligaram diversas vezes para a jovem e, em uma delas, o telefone teria sido atendido. A garota também  mandou áudio para um amigo falando sobre a prova, pouco depois de sair do colégio, mas, em seguida, ela não respondeu mais as mensagens.


O corpo da jovem foi encontrado por pedestres, um dia depois de desaparecer, no trecho do rio próximo à Avenida Nogueira Padilha.


A vítima cursava Gestão Financeira e fazia vestibular para tentar a graduação em Ciências Contábeis, segundo familiares que fizeram o reconhecimento do corpo.


O laudo do Instituto Médico Legal deve sair em 30 dias, mas, de acordo com a polícia, a causa da morte de Rafaela foi afogamento.


(Com informações do portal Jornal Cruzeiro)




 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS