Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Brasil

Anac suspende todos os voos da Avianca Brasil

sexta-feira, 24/05/2019, 13:26 - Atualizado em 24/05/2019, 16:02 - Autor:


A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta sexta-feira (24) que suspendeu "cautelarmente" todos os voos da Avianca Brasil por tempo indeterminado. Segundo a agência, a interrupção dos voos deve permanecer até que a empresa comprove a capacidade operacional. 


Em nota, a Anac esclareceu que a decisão foi tomada com base em informações prestadas pela Avianca à área responsável por segurança operacional. 


A agência também recomendou aos passageiros que têm voos previstos para os próximos dias que entrem em contato com a Avianca e não se desloquem para o aeroporto sem que nenhuma nova informação seja divulgada. 


Segundo a Anac, a empresa é obrigada a cumprir integralmente a legislação que prevê oferta de opções como reembolso e reacomodação. 


CRISE


A companhia aérea, que está em recuperação judicial desde dezembro de 2018 e perdeu grande parte da sua frota de aviões na Justiça, vem enfrentando dificuldades para operar. Conforme informou a coluna Painel S.A., da Folha de S.Paulo, nos primeiros nove dias de abril, a companhia recebeu 55% das reclamações feitas em todo o mês de março no site Reclame Aqui. Foram 309 registros sobre cancelamento de voos no mês passado contra 186 só no início deste mês.


Leia mais:



A Avianca também não tem pago salários e benefícios dos funcionários, segundo o SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas). A empresa iniciou no dia 13 de maio um processo de demissões em massa, mas não tem pago as rescisões dos cerca de 1.000 funcionários dispensados até o momento, segundo a entidade.


Os pilotos e comissários da aérea iniciaram uma greve nos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont nesta sexta-feira (17), mas suspenderam no domingo (19), afirmando que a empresa se beneficiava da greve para cancelar voos deficitários


Por determinação da Justiça, os empregados tinham que manter 60% das operações durante a paralisação. A categoria havia programado a retomada da greve dos tripulantes da empresa para esta sexta.


(Com informações da Folhapress) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS