Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Brasil

'Príncipe' deputado diz que escravidão é da 'natureza humana' e causa polêmica

terça-feira, 14/05/2019, 15:58 - Atualizado em 14/05/2019, 16:16 - Autor:


Pouca gente sabe, mas entre os deputados federais do Brasil, existe um que é príncipe. Herdeiro legítimo da família real portuguesa. E hoje, justamente durante uma sessão solene em homenagem aos 131 anos da Lei Áurea, em 1888, ele resolveu dar sua opinião sobre a escravidão. E causou muita polêmica.


Em discurso, o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) afirmou que o gosto por escravizar é algo que está presente na natureza humana, e que é "é tão antiga quanto a humanidade".


A declaração não foi bem recebida pelo público presente na Casa, a maioria ligada ao movimento negro. Muito acharam que o parlamentar estava apenas tentando relativizar e amenizar os efeitos da escravidão. O discurso de Luiz foi interrompido por gritos de "luta, resistência e sobrevivência.


Orleans e Bragança, conhecido entre seus colegas como "príncipe", argumentava que há registros de escravidão em vários momentos da história, incluindo os povos indígenas e tribos africanas. "Independente de raça, sim, mas entre si. Faz parte do aspecto do ser humano", discursou, antes de ser interrompido pelos manifestantes.



Como forma de protesto contra as palavras de Orleans, os presentes na casa entoaram o samba da mangueira do carnaval deste ano. A sessão precisou ser interrompiada, mas logo foi retomada sem grandes transtornos. 


(Fonte: UOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS