Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
PROCESSO

Nike entra na Justiça contra 'tênis do Diabo'

A Nike alega violação de marca registrada

terça-feira, 30/03/2021, 16:56 - Atualizado em 30/03/2021, 16:58 - Autor: Com informações BBC


 Segundo os criadores, os pares se esgotaram em menos de um minuto.
Segundo os criadores, os pares se esgotaram em menos de um minuto. | Reprodução/ Instagram

A Nike está processando um coletivo de arte do Brooklyn, em Nova York, por causa de um polêmico "tênis de satanás" que contêm sangue humano real nas solas.  A Nike alega violação de marca registrada.

O coletivo de arte MSCHF lançou 666 pares dos sapatos na segunda-feira (29) em colaboração com o rapper Lil Nas X. Segundo os criadores, os pares se esgotaram em menos de um minuto.

De acordo com a imprensa, os tênis estavam a venda no valor de US$ 1.018 (R$ 5,8 mil), que apresentam uma cruz invertida, um pentagrama e as palavras "Lucas 10:18", foram feitos usando o Nike Air Max 97s modificado. 

Os sapatos pretos e vermelhos foram lançados pela MSCHF  nesta segunda-feira, coincidindo com o lançamento da última música de Lil Nas X chamada Montero (Call Me By Your Name), que estreou no YouTube.

No videoclipe, o rapper é visto escorregando por um poste de stripper do céu ao inferno, vestindo o par de tênis.

A imagem e os sapatos fazem referência ao versículo bíblico Lucas 10:18: "Então ele lhes disse: 'Vi Satanás cair do céu como um raio'."

A Nike pede ao tribunal que impeça a MSCHF de vender os sapatos e de usar o famoso design de sua marca.

"MSCHF e seus sapatos de Satanás não autorizados provavelmente causarão confusão e criarão uma associação errônea entre os produtos MSCHF e a Nike", disse a empresa no processo.



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS