Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

MÉXICO

Médica fica em estado grave após receber vacina da Pfizer

Ao ser internada, a médica foi diagnosticada uma encefalite (inflamação no cérebro)

segunda-feira, 04/01/2021, 19:28 - Atualizado em 04/01/2021, 19:36 - Autor: Com informações do El País


| Reprodução

Uma médica de 32 anos apresentou uma grave reação à vacina da Pfizer, precisando ser internada na UTI do hospital do estado mexicano de Coahuila, no último sábado (2).

São Paulo confirma dois casos da nova variante da Covid-19

A profissional de saúde apresentou a reação cerca de meia hora depois de lhe ter sido administrada a vacina. A mulher teve convulsões e erupções cutâneas, ficou sem força muscular e sentiu dificuldades em respirar.

47 países já começaram a vacinar contra covid-19; Brasil segue sem data

Ao ser internada, foi diagnosticada uma encefalite (inflamação no cérebro) e a médica foi internada numa Unidade de Cuidados Intensivos, onde até o fechamento desta reportagem ainda se encontra.

O caso foi a primeira reação adversa grave às vacinas contra a Covid-19, que começaram a ser administradas no mês passado, confirmada oficialmente.

Apesar de a médica não ser considerada de um grupo de risco, o ministério da Saúde do México revelou que a profissional tinha um “histórico de alergias a vários medicamentos, incluindo antibióticos para infeções do trato urinário”.

Segundo as autoridades de saúde mexicanas, desde a véspera de Natal até agora foram vacinados cerca de 20 mil profissionais de saúde, dos quais 23 terão tido reações alérgicas adversas leves, como palpitações e tonturas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS