Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

BUROCRACIA

Idosa de 81 anos sofre muito por estar separada do marido, de 36, que está em outro país

Segundo a mulher, a burocracia impede que o amado venha morar na terra natal dela

segunda-feira, 04/01/2021, 15:30 - Atualizado em 04/01/2021, 15:32 - Autor: Com informações de Metro


Iris Jones se casou com o jovem namorado e agora não aguenta mais viver longe dele
Iris Jones se casou com o jovem namorado e agora não aguenta mais viver longe dele | Reprodução/Facebook

Uma idosa de 81 anos está muito triste após ter que ficar separada de seu parceiro egípcio que é 45 anos mais jovem que ela. Ela conta que está “esquelética e sozinha” desde que voltou à sua terra natal.

A octogenária Iris Jones contou ao jornal britânico Metro que está com medo de ter pouco tempo para ficar com Ahmed Ibriham, de 36 anos. Ela aparentemente está tentando buscar um visto para o amado como esposa, mas ainda não conseguiu por causa da burocracia.

À imprensa, Iris contou que não sabe ao certo quando o marido poderá se juntar à ela em seu modesto bangalô em Somerset, sudoeste da Inglaterra.

Iris Jones diz que não tem tempo do lado dela enquanto espera seu marido se juntar a ela no Reino Unido (Foto: Iris Jones / Facebook)

A idosa também falou que não poderá mais ficar indo ao Egito, por causa do preço das passagens e também porque, segundo ela, o ambiente não é adequado para sua saúde.

“Eu tenho dias que estou bem e outros em que estou apenas chorando o tempo todo”, lamenta a saudosa esposa. “Estou separada de alguém que amo, é tão difícil. Não tenho tempo com ele do meu lado. Tive que ir lá três vezes e voltar sem ele”, diz, chorando.

Iris e Mohamed no Egito durante uma de suas três visitas, mas ela diz que não pode voltar (Foto: Iris Jones / Facebook)

Iris conta que, no Cairo, há muita burocracia para obter os documentos. Segundo a britânica, o meio é obsoleto e não há nada online.

“Mohamed precisa de muitos, muitos documentos para preencher para vir para a Grã-Bretanha”, conta a mulher. “Estou sofrendo dores de cabeça e estresse. Vou ao médico e vejo que tenho tantos problemas de saúde e preciso do meu marido aqui comigo. Espero que eles [o governo] quebre as regres e deixe ele vir cuidar de mim”.

“Eu não posso voltar para o Egito, aquele país não combina comigo. Está muito quente, está muito empoeirado, não gosto da comida e a fumaça do tráfego é absolutamente horrível”, explica a idosa.

Iris se casou com seu jovem namorado no Cairo em uma cerimônia discreta depois que eles se conheceram em um grupo no Facebook sobre ateísmo.

Ela voltou à Inglaterra no último dia 11 de dezembro, quando visitou pelo última vez o amado, e passou o Natal com seus dois filhos, Stephen, 54, e Darren, 53.

Mohamed, que mora com seus pais e irmãos em Gizé, insiste que seu relacionamento é de "amor verdadeiro" e disse que não está usando Iris - que se divorciou de seu ex-marido há mais de 40 anos - como um meio para obter dinheiro ou residência britânica. O casal se fala todos os dias no Windows Live Messenger. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS