Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

ACIMA DE TODOS?

Brasil deve cair de 9ª para 12ª economia mundial em 2020

Pela primeira vez em décadas, um Brasil deve ficar de fora da lista das 10 maiores economias do mundo

segunda-feira, 09/11/2020, 20:52 - Atualizado em 09/11/2020, 20:52 - Autor: FOLHAPRESS


| Freepik

A economia brasileira deve cair da 9ª para a 12ª posição mundial em 2020, considerando o efeito da retração do PIB (Produto Interno Bruto) neste ano e, principalmente, a perda de valor do real frente ao dólar, segundo cálculos dos pesquisadores Marcel Balassiano e Claudio Considera, do FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas).

"Essa mudança de posição do Brasil, passando de nona maior economia do mundo em 2019 para décima-segunda em 2020, é explicada principalmente pela variação cambial", afirmam os economistas, considerando que a desvalorização do real no ano ficará pouco acima de 30%.

Balassiano e Considera também calcularam o tamanho das economias mundiais com base na PPC (paridade de poder de compra), que reflete as diferenças de custo de vida entre os países. Neste caso, o Brasil terá uma recuperação, passando da 10ª para a 8ª posição.

Os dois cálculos consideram como hipótese as projeções divulgadas pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) em outubro para quase 200 países.

"É importante frisar que essa desvalorização cambial é reflexo de problemas nossos. Aumento do risco, aumento da incerteza sobre o fiscal do ano que vem", diz Balassiano.

De acordo com a primeira métrica, os EUA são a maior economia mundial, com um PIB de US$ 21,4 trilhões em 2019, seguidos pela China (US$ 14,7 trilhões).

O PIB brasileiro era de US$ 1,8 trilhão e deve cair para US$ 1,4 trilhão. O país seria ultrapassado por Canadá, Coreia do Sul e Rússia.

Já pela PPP, a China (US$ 23,4 trilhões em 2019) já é a maior economia do mundo desde 2017. Os EUA ocupam o segundo lugar (US$ 21,4 trilhões). Essa diferença deve se ampliar para US$ 3,4 trilhões em 2020.

Por esse critério, o PIB brasileiro passaria de US$ 3,2 trilhões para US$ 3,1 trilhões. Ainda assim, o país ultrapassaria Reino Unido e França no ranking mundial.

"Em dólar PPC, a gente tira essa questão da oscilação cambial, e o Brasil melhoraria duas posiçoes, porque vai ter quedas menores do PIB do que esses dois países", diz Balassiano.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS