Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

PROSTITUIÇÃO

Documentário mostra idosas fazendo turismo sexual em Gâmbia

No documentário aparecem dezenas de idosas curtindo praias da nação africana enquanto disputam a atenção de jovens - alguns deles com um quarto da idade das turistas europeias - que oferecem companhia em troca de "doações".

quarta-feira, 30/09/2020, 22:00 - Atualizado em 30/09/2020, 22:55 - Autor: Com informações do Extra


| Reprodução

Duas idosas fazendo tudo e mais um pouco em um périplo de turismo sexual na Gâmbia. Esse é o ingrediente do documentário exibido pelo Channel 4, do Reino Unido, na última segunda-feira (28). A aventura das idosas viralizou e dividiu opiniões na internet. Com uma hora de duração, o documentário investigou a popularidade do país africano como destino popular de aposentadas do Reino Unido para aventuras sexuais.

No documentário aparecem dezenas de idosas curtindo praias da nação africana enquanto disputam a atenção de jovens - alguns deles com um quarto da idade das turistas europeias - que oferecem companhia em troca de "doações".

Gâmbia é conhecida entre os turistas por causa da ampla oferta sexual. A maioria dos estrangeiros volta ao lugar de origem sozinha, mas outros se casam com nativos e permanecem na nação africana ou os levam para a Europa.


Uma das idosas entrevistadas pelo repórter britânico Seyi Rhodes chegou a classificar Gâmbia como um "paraíso", pois lá "se pode ter um homem diferente a cada noite".

De acordo com o "Sun", muitos telespectadores classificaram a atração televisiva como "chocante" e "perturbadora".

Portugal foi o primeiro país europeu a colonizar a região de Gâmbia, cercada quase totalmente pelo Senegal e ponto estratégico no comércio de escravos. Em 1765, Gâmbia se tornou colônia britânica, sendo unida ao país vizinho, sob o nome de província da Senegâmbia. Em 1965, a Gâmbia alcançou a independência do Reino Unido.

As imagens exibidas pelo Channel 4 mostram, para muitos um novo tipo de colonialismo: o sexual

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS