Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

ARQUEOLOGIA

Palácio do 'Rei Ezequias' é encontrado em Jerusalém

quarta-feira, 29/07/2020, 14:08 - Atualizado em 29/07/2020, 14:08 - Autor: Com informações jjo.org.br


Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá
Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá | (Divulgação)

Um edifício monumental foi encontrado ao sul da antiga cidade velha de Jerusalém, no que é hoje o bairro de Arnona. Além disso, também foram descobertos nas proximidades do edifício, vários selos também foram encontrados no local e frascos de cerâmica típicos do Reino de Judá.

As autoridade de Antiguidades de Israel informou que a escavação se deparou com um grande centro administrativo que operava sob os reis bíblicos da Judéia, Ezequias e Menashe. Embora a função cumprida pelo edifício, que estava situado a cerca de 3,5 quilômetros ao sul de Jerusalém permaneça incerta, ela possa ter servido como um centro onde os impostos, na forma de azeite, vinho e grãos, por exemplo, foram coletados de toda a região e armazenados nos potes de cerâmica.

(Divulgação)
 

Já sobre a coleção de selos encontrada na escavação, os especialistas garantem que o achado é impressionante: 120 delas costumavam marcar mercadorias como pertencentes ao rei. Provavelmente, os frascos, cada um de 45 litros, foram usados ​​para armazenar vinho, óleo ou grãos coletados como imposto, e os selos que os marcavam faziam parte do sistema de administrações reais. 

Para os pesquisadores, na época, o local teria sido cercado por campos de grãos, pomares de oliveiras e vinícolas. Prensas para vinho e prensas de óleo abundavam na área.

(Divulgação)
 

Ainda segundo os arqueólogos, o local data aproximadamente do tempo em que os assírios conquistaram a terra sob o comando do rei Senaqueribe, em 701 AEC, nos dias do rei Ezequias. Possivelmente o rei estava construindo lojas para se preparar para a batalha; de qualquer forma, o local de Arnona foi repovoado logo após a queda do Reino da Judéia em 586 AEC, e a atividade administrativa foi retomada ali.

(Divulgação)
 

“A variedade de selos estampados indicava que o sistema de tributação permaneceu ininterrupto durante esse período. As descobertas arqueológicas em Arnona identificam o local como um local importante – o mais importante na história dos últimos dias do Reino de Judá e do retorno a Sião décadas após a destruição do Reino”, declarou Yuval Baruch, Arqueólogo Distrital da IAA.


Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá
Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá | (Divulgação)
Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá | (Divulgação)
Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá | (Divulgação)
Também foram encontrados, um grande número de selos e fragmentos de jarros típicos do Reino de Judá | (Divulgação)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS