Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

CAMPANHA

Macacos que provocaram 'guerra' em templo são castrados

quarta-feira, 24/06/2020, 18:26 - Atualizado em 24/06/2020, 18:26 - Autor: Com informações R7


| Reprodução

O governo da Tailândia realiza a primeira campanha de esterilização dos macacos de Lopburi, os animais vivem em ruínas de templos e são considerados sagrados na tradição tailandesa.

Há poucas semanas, os macacos entraram em guerra devido à ausência de turistas, causada pela pandemia do novo coronavírus. A população desses animais já estava na casa dos seis mil, prejudicando o dia-a-dia dos moradores com sua violência.

Reprodução
 

Os primatas são considerados descendentes do deus-macaco Hanuman, segundo um poema épico de origem hindu chamado de Ramakian. Por isso, eram tolerados por moradores e turistas.

Porém, com a ausência de turistas, os primatas foram à cidade em busca de comida e, devido a sua irritação, iniciaram inúmeras "guerras", chegando a ferir os moradores da região.

Reprodução
 

A primeira parte do processo de esterilização é a captura. Os macacos são colocados em jaulas para, logo após, fazerem uma bateria de exames. Entre eles, a ultrassom, que é feito para identificar uma fêmea grávida.

Reprodução
 

Todo o procedimento é conduzido pelos veterinários do Departamento de Parques nacionais. Em seguida, o macaco é anestesiado e sedado para dar início ao procedimento cirúrgico.

Reprodução
 

O próximo passo é o da identificação. O macaco é medido, pesado e  tatuado em um de seus braço. Então, o veterinário tosa macaco antes de procedimento.

Reprodução
 

Uma vez prontos, uma equipe de médicos conduz a cirurgia. Várias castrações são feitas ao mesmo tempo. Logo após, os macacos sedados se recuperam e após alguns dias são soltos na natureza.

Reprodução
 



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS