Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

ANTIFASCISTAS

Casa Branca no escuro e Trump enviado a bunker: manifestações continuam em Washington 

segunda-feira, 01/06/2020, 15:39 - Atualizado em 01/06/2020, 15:55 - Autor: Com informações de UOL


A Casa Branca ficou no escuro e policiais entraram em confronto com manifestantes
A Casa Branca ficou no escuro e policiais entraram em confronto com manifestantes | Reprodução/Twitter

Os protestos contra o racismo, após a morte de George Floyd por um policial branco, chegaram à capital dos Estados Unidos. Na madrugada de segunda-feira (1), os manifestantes foram até a Casa Branca, que ficou no escuro.

Segundo o The New York Times, a polícia reagiu com bombas de gás para dispersar a multidão que se aglomerou em frente à residência oficial do presidente. A Casa Branca e seus arredores apagaram suas luzes, deixando policiais e manifestantes se confrontando no escuro. Houve quebra-quebra e incêndios na cidade, durante a madrugada de protestos.

As manifestações em Washington  se estendem desde sexta-feira (31).

No primeiro dia, o presidente Donald Trump chegou a ser levado para um bunker, espécie de abrigo secreto, para garantir sua segurança, de acordo com a CBS. O local foi construído principalmente para ser usado em momentos de ataques terroristas. Ele ficou lá por cerca de uma hora, segundo informações de pessoas do partido republicano.

Boston, Nova Iorque, Chigaco e Louisville também tiveram protestos que já chegam ao 6º dia nos Estados Unidos.

Trump usou o Twitter para dizer que considerará grupos antifascistas como terroristas.

Veja mais:

Policial que matou George Floyd é preso um dia após incêndio em delegacia

Anonymous reaparece em vídeo ameaçando autoridades dos EUA após morte de George Floyd



Entenda o caso

George Floyd, um homem negro, morreu no dia 25 de maio depois que o policial branco Derek Chauvin ajoelhou no seu pescoço, em Minneapolis. O agente ficou cerca de sete minutos sobre o homem, que estava algemado e deitado de bruços em uma via.

Testemunhas dizem que Floyd foi denunciado pelo dono de um mercadinho por tentar passar um cheque sem fundo, o que não aconteceu. Ele foi abordado por 4 policiais de maneira violenta, o que provocou sua morte.

A partir daí, as manifestações, principalmente pela comunidade afrodescendente, começaram a explodir pelo país contra o racismo. Famosos e celebridades também abraçaram a causa.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS