Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

SURTO SE ALASTRA

Coronavírus mata 11 na Itália e mais 4 países registram primeiros casos

terça-feira, 25/02/2020, 16:32 - Atualizado em 25/02/2020, 16:40 - Autor: FOLHAPRESS


| Reprodução

A Itália registrou nesta terça-feira (25) a 11ª morte pelo novo coronavírus. As principais regiões atingidas são o norte e o nordeste do país, embora a epidemia tenha avançado em direção ao sul.

Ao todo o país já passou dos 320 casos registrados da doenças. As vítimas são principalmente idosos com problemas prévios de saúde ou que estavam hospitalizados.

O primeiro-ministro Giuseppe Conte reconheceu falhas em um hospital da região de Milão que favoreceu a propagação de covid-19.

O hospital recebeu um doente considerado o "paciente número um" e dali o vírus se propagou, com inúmeros casos na Lombardia.  

Quarenta passageiros de um voo da Alitalia vindos das regiões do norte da Itália foram proibidos de entrar nas Ilhas Maurício e tiveram que voltar a Roma.  

Da mesma forma, centenas de turistas se encontram confinados em um hotel de Tenerife (nas Ilhas Canárias, na Espanha) onde esteve hospedado um italiano que poderia ser portados do vírus.  

Suíça, Croácia, Áustira e Espanha, próximos à Itália, registraram seus primeiros casos. O caso suíço é de um homem que esteve recentemente em Milão. 

Nas ilhas Canárias, um hotel teve que ser colocado parcialmente em isolamento. Uma mulher italiana de 36 anos, residente em Barcelona, apresentou sintomas respiratórios e teria viajado recentemente ao norte da Itália.

Os ministros da Saúde dos países vizinhos à Itália se comprometeram nesta terça-feira (25) a manter as fronteiras abertas apesar do surto do novo coronavírus no país, informou o ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza.

Os ministros consideram o fechamento de fronteiras algo "ineficaz e desproporcional", indicou Speranza, após reunião com seus homólogos da França, Suíça, Áustria, Eslovênia, Croácia, Alemanha e um representante da União Europeia. 

Fora da China, a Coreia do Sul é o principal foco de epidemia: 144 novos casos de contaminação, aumentando o total para 977 infectados e 10 mortos.

No Irã houve três novas mortes, chegando a 16 no total. O vice-ministro da Saúde declarou estar contaminado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS