Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


30°
R$

Notícias / Mundo-Notícias

BIZARRO

Recém-nascida é encontrada viva no caixão após ser declarada morta

quarta-feira, 14/08/2019, 16:30 - Atualizado em 14/08/2019, 16:50 - Autor: Com informações de Bebê Mamãe (Blogue)


Os médicos haviam declarado que a bebê estava morta e ela passou 12 horas no necrotério
Os médicos haviam declarado que a bebê estava morta e ela passou 12 horas no necrotério | (Reprodução)

Um caso impressionante intrigou os médicos em um Hospital na Argentina. Uma recém-nascida que havia sido declarada morta, foi encontrada com vida em seu caixão no necrotério. Os médicos do Hospital Perando em Chaco haviam dito para a mãe que sua filha, que nasceu prematura, não havia sobrevivido.

De acordo com a imprensa local, a mãe da criança estava sedada no momento em que sua filha teve a morte declarada, no entanto, ela quis dá o último adeus a sua pequena. Ela e seu marido então foram até o necrotério e lá, ao abrir o caixão, eles tomaram um verdadeiro susto, a menina estava viva.

Segundo o jornal argentino Clarín, o casal disse que quando abriram o caixão tomaram um verdadeiro susto, a filha estava viva. “Chegamos no necrotério e nos mostraram o caixão fechado. Meu marido conseguiu abrir e nós vimos nossa filha com uma roupa branca e então sua mãozinha encostou em seu rosto! Nós também ouvimos um chorinho e a pegamos imediatamente”, relatou.

Ainda segundo o jornal, a pequena está em bom estado de saúde apesar de ter passado 12 horas no necrotério, onde as temperaturas são muito baixas. “Nós consideramos o que aconteceu um verdadeiro milagre”, afirmou o pai Fabian. A família optou por mudar o nome da filha, ela iria se chamar Liliana, mas eles decidiram chamá-la de Luz Milagros.

Em nota, o Secretário de Saúde da cidade de Chaco, Rafael Sabatinelli, descreveu o erro dos médicos como infeliz e confirmou que os médicos envolvidos no caso foram suspensos. “Eles foram responsabilizados pelo que fizeram e vão responder por isso”, afirmou o secretário para a imprensa local.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS