Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Mundo-Notícias

TRAGÉDIA

Youtuber morre ao ser atingida por caminhão enquanto andava de patinete

domingo, 14/07/2019, 10:55 - Atualizado em 14/07/2019, 11:45 - Autor: Folhapress


A Youtuber morreu em um acidente envolvendo uma patinete elétrica no Reino Unido.
A Youtuber morreu em um acidente envolvendo uma patinete elétrica no Reino Unido. | Reprodução

Famosa por seus vídeos sobre exercícios e saúde mental que acumulam milhões de visualizações no Youtube, a britânica Emily Hartridge foi vítima fatal do primeiro acidente envolvendo uma patinete elétrica no Reino Unido.

Segundo o site Business Insider, a polícia metropolitana de Londres afirmou que a Youtuber estava em uma patinete que se chocou com um caminhão na sexta-feira (12). 

Uma publicação em rede social de Hartridge informa os seguidores sobre sua morte em um acidente, sem dar mais detalhes. 

Elas são permitidas apenas em áreas privadas se houver autorização do dono do terreno.

No início deste ano, o governo fez uma consulta pública sobre o futuro da mobilidade, na qual a população, em sua maioria, respondeu que a legislação referente às patinetes deveria mudar.

O acidente fatal acontece acontece em meio à polêmica sobre o uso de patinetes elétricas no mundo todo.Em Paris, a morte de um usuário, que também bateu em um caminhão, aumentou o debate. Em junho, a prefeita Anne Hidalgo anunciou medidas para regular a circulação.

Ver essa foto no Instagram

LET ME BE YOUR BRAIN BUDDY 🧠❤️ - The reason I called my women’s mental health meet up ‘Brain Buddies’ is because I think we ALL need a brain buddy 👭 - As I’ve said before human connection when it comes to mental health is so so important 🤚🏽 To share how you feel with someone else who can relate is extremely powerful and immediately reassuring 😌 - I wanted to create a safe space where women could talk about whatever they wanted and feel supported by other women who have gone through similar experiences 👭 - I am so excited about my next meet up I can’t TELL YOU 😆 - DATE: This Saturday July 13th TIME: 2pm LOCATION: Green Park MEETING POINT: If you get off at green park tube there is area where they rent deck chairs, I will be waiting there 💁🏻‍♀️ - Extra note: WOMEN ONLY 👭 - If the weather decides to sh*t on us I will change location☔️ - No need to purchase tickets, just turn up 😁 But of course if you have any questions please DM me 🙏 - Please don’t feel worried about turning up alone, everyone is so lovely and welcoming 🤗 And please don’t worry if you don’t want to talk, you can just sit there and listen 👂 - This is just a chat between a group of girls about anxiety, depression and all things related to mental health 🧠 - I want to start a movement of talking and sharing about what is going on in our brains so I hope you will come and meet lots of new brain buddies ❣ - See you there YEAH? 🙋🏻‍♀️ ________________________________________________ #brainbuddies #mentalhealth #women #mentalhealthawareness #anxiety #depression #mentalhealthmeetup #london #greenpark #recovery #motivation #inspiration #abs #strong #strength #fit #fitness #muscles #strength #happiness #smiling #laughter

Uma publicação compartilhada por Emily Hartridge (@emilyhartridge) em

Desde o início deste mês, a cidade proibiu estacioná-las nas calçadas, a velocidade está limitada a 20 km/h e 8 km/h em zonas para pedestres, não podem ser utilizadas em "parques e jardins" e se recomendara o uso de capacete.

A intenção era tornar obrigatório o uso do equipamento de proteção, mas os deputados renunciaram na a essa medida porque "os franceses estão cansados de que lhes imponham obrigações".

Em São Paulo, cidade por onde as patinetes elétricas entraram no Brasil, o prefeito Bruno Covas (PSDB) regulamentou seu uso em maio. Desde então, os usuários só podem utilizar os veículos com capacetes, que deve ser disponibilizado pelas empresas, e estão proibidos de circular em calçadas. 

As empresas devem ainda promover campanhas educativas sobre o uso correto dos equipamentos, disponibilizar um manual de condução defensiva e informar mensalmente o número de acidentes com seus clientes. 

A localização das patinetes também deve ser informada à prefeitura, embora o decreto não informe em que momento essa informação deverá ser apresentada. Os equipamentos que estiverem estacionados irregularmente devem ser recolhidos pelas empresas.

Caso contrário, eles podem ser apreendidos pela prefeitura. O decreto, porém não estipula o que é um local irregular de estacionamento nem determina o prazo para que a empresa retire a patinete de local indevido. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS