Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

ESTRADAS PARAENSES

Polícia Federal prende grupo que assaltava caminhões dos Correios

quinta-feira, 28/05/2020, 19:51 - Atualizado em 28/05/2020, 20:43 - Autor: Alessandra Gonçalves/Diário do Pará em Marabá


| Reprodução

A Polícia Federal desarticulou nesta quinta-feira (28), uma organização criminosa especializada em assaltos a caminhões de transportes de encomendas da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) nas estradas do Pará. A ação fez parte da Operação “Rastreio II”.

Durante a ação foram cumpridos nove mandados de prisão e sete de busca e apreensão. As prisões ocorreram em Marabá, Parauapebas, Novo Repartimento e Vitória do Xingu, além do município de Araguaína, no Estado do Tocantins.

O delegado da Polícia Federal Geraldo Sérgio Almeida, que comandou a operação, informou que a organização criminosa era especializada em roubos dos objetos postais e atuava principalmente na região de Novo Repartimento, no sudeste do estado.

Há indícios de que a organização criminosa tenha realizado mais de oito assaltos desse tipo na região. Nas investigações também apurou-se a ameaça feita pela organização criminosa a um policial civil.

INVESTIGAÇÃO

A quadrilha começou a ser investigada no dia 17 de outubro de 2019, ocasião em que ocorreu o roubo dos caminhões dos Correios, no km 125 da Rodovia Transamazônica, próximo ao município de Novo Repartimento.

Na ocasião foram presos em Marabá por policiais militares Leandro Batista dos Santos, João Paulo Augusto Farias, Ithalo Vinicius Santana Pires e Moisés de Sousa Conceição. Em poder deles, foram encontrados vários produtos embalados em caixas e sacos do Sedex.

“Desde então, a Polícia Federal vem realizando diversas diligências investigativas para chegar à autoria e na identificação de todos os membros do grupo”, informou o delegado Sérgio Almeida.

Os integrantes do grupo serão indiciados pelos crimes de Organização Criminosa (Lei 12.850/13), roubo majorado (art. 157 CP §2), porte ilegal de arma de fogo de uso permitido (art. 14 da lei 10.826/2003), lavagem de dinheiro (lei 12.683/2012), uso de documento falso (art. 297 do CP), falsidade ideológica (art. 299 do CP) e ameaça em face de agente público (art. 147 do CP). A operação contou com a participação de 56 policiais federais.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS