Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

SUBSTITUIÇÃO

Hospital de Campanha de Marabá recebe novos respiradores

quarta-feira, 13/05/2020, 19:20 - Atualizado em 14/05/2020, 09:51 - Autor: Alessandra Gonçalves/Sucursal do Diário em Marabá


| Elioenay Brasil/RBA TV

O Hospital de Campanha de Marabá, no sudeste paraense, recebeu no final da tarde desta quarta-feira (13), 4 novos respiradores para atender pacientes com Covid-19 na região.

O material chegou ao aeroporto da cidade (João Correa da Rocha) por volta das 17h30. Em seguida, uma guarnição da Polícia Militar levou os respiradores para o Hospital de Campanha.

Os equipamentos passaram por manutenção, em Belém, pelos Parceiros SENAI de Manutenção de Respiradores pela Vida, formado por instrutores do SENAI Pará, voluntários  e técnicos da empresa Biomeditech, que trabalham no SENAI Getúlio Vargas fazendo a manutenção gratuita de respiradores para hospitais de todo o Estado.

De acordo com o secretário regional de Governo do Sul e Sudeste, João Chamon, os respiradores que chegaram substituirão os equipamentos enviados no último dia 4 e que apresentaram deficiência técnica, impedindo o funcionamento. “A exemplo dos demais respiradores adquiridos pelo nosso Governo, os que estavam aqui apresentaram problema”, informou.

Em função disso, Chamon explicou que o Governador Helder Barbalho fez essa ação emergencial, enviando ao município 4 respiradores, com mais 1 que já tinha, totalizam 5 respiradores que vão ajudar emergencialmente.

Com a chegada dos respiradores, será realizada a instalação desses novos leitos de UTI, ajudando a salvar vidas.

"É uma ajuda muito significativa, porque só contávamos com dez vagas de UTI exclusivas para Covid-19 no Hospital Regional e recebemos pacientes de toda a região", explica Chamon. Nesse mesmo hospital, há também 18 leitos clínicos reservados para pacientes com sintomas da doença.

RETAGUARDA 

Instalado no Carajás Centro de Convenções, o Hospital de Campanha de Marabá não é uma unidade de pronto-atendimento, mas sim uma unidade de retaguarda – assim como os demais Hospitais de Campanha –, que pretende desafogar o fluxo de pacientes em hospitais de referência, que ficam com os casos mais graves.

Em articulação entre os sistemas de regulação municipais e estadual, o Hospital de Campanha poderá receber pacientes transferidos dos prontos-socorros municipais.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS